MidiaMAIS / Famosos

Joanna de Assis faz tratamento para trombofilia após aborto espontâneo

No dia 11 de novembro, a repórter Joanna de Assis surpreendeu seus seguidores ao contar que aquela data marcava um ano do dia em que tinha perdido seu primeiro filho, após um aborto espontâneo. Em entrevista para a Glamour Brasil, ela contou também que recebeu diagnóstico de trombofilia. “Filho, eu sempre vou amar você. Você […]

Bruna Vasconcelos Publicado em 21/12/2020, às 13h43 - Atualizado às 13h57

None

No dia 11 de novembro, a repórter Joanna de Assis surpreendeu seus seguidores ao contar que aquela data marcava um ano do dia em que tinha perdido seu primeiro filho, após um aborto espontâneo. Em entrevista para a Glamour Brasil, ela contou também que recebeu diagnóstico de trombofilia.

“Filho, eu sempre vou amar você. Você sempre fará parte de mim. E eu, ao dividir isso, queria que as mãezinhas e paizinhos de estrelinhas e arco-íris não se sentissem tão sozinhos nessa hora. Não tem que existir vergonha, medo. Temos que aceitar essa dor e seguir”, escreveu na publicação em seu Instagram. Em entrevista para a Glamour Brasil, Joanna falou sobre o processo de luto, revelou ter recebido um diagnóstico de trombofilia, uma das possíveis causas que levaram a jornalista a perder o bebê.

Segundo o portal Uol, a repórter estava grávida de oito semanas quando notou um sangramento. Ela estava no trabalho, dentro da Rede Globo, em São Paulo. “Lembro que quando eu cheguei no hospital, fiz um ultrassom e a primeira coisa que a atendente me disse foi: ‘você tem certeza de que você tá grávida, porque eu não vejo nada aqui’. Imagina você ouvir isso? Eu estava com sangue até o calcanhar. Eu falei: tenho certeza. E ela disse que não via absolutamente nada. É muito traumático”, relembrou.

Jornal Midiamax