MidiaMAIS / Famosos

Taís Araújo, Débora Falabella e Leandra Leal estrelam “Aruanas”, série sobre ativismo ambiental

Estreia nesta quarta-feira (3) a nova série da Rede Globo, “Aruanas”, estrelada pelas célebres atrizes da dramaturgia Taís Araújo, Débora Falabella e Leandra Leal. A série traz força de mulheres ativistas em luta pela Amazônia Série da Globoplay foi lançada em mais de 150 países. Thainá Duarte completa quarteto da ONG e Camila Pitanga vive lobista que […]

Carlos Yukio Publicado em 03/07/2019, às 09h22

None
'Aruanas' estreia nesta quarta-feira (3) na Rede Globo após a novelas das 9

Estreia nesta quarta-feira (3) a nova série da Rede Globo, “Aruanas”, estrelada pelas célebres atrizes da dramaturgia Taís Araújo, Débora Falabella e Leandra Leal. A série traz força de mulheres ativistas em luta pela Amazônia Série da Globoplay foi lançada em mais de 150 países. Thainá Duarte completa quarteto da ONG e Camila Pitanga vive lobista que defende empresários.

Na fictícia cidade do Cari, quatro ativistas lutam pela Amazônia, índios, população local e biodiversidade. Esse é o cenário que se mistura com as histórias pessoais de cada personagem em “Aruanas”. A entrevista concedida pelas protagonistas ao apresentador Pedro Bial, também contou com a presença da ativista Claudelice Santos, que que perdeu o irmão e a cunhada assassinados por defenderem a Amazônia e os direitos humanos naquela região.

“Eles defendiam a floresta em pé e defendiam a autonomia das pessoas que moravam naquele lugar. Eles incomodavam muita gente. Políticos, empresários, fazendeiros e essas pessoas se reuniram e decidiram que eles não deveriam mais viver”, contou a ativista, emocionada.

Amigas de infância, a ativista Luiza (Leandra), a jornalista Natalie (Falabella) e a advogada Verônica (Araújo) fundaram a ONG Aruana e são destemidas quando o assunto é alguma causa que elas acreditam. Após uma denúncia anônima, a ONG passa a investigar a mineradora KM, do empresário Miguel (Luiz Carlos Vasconcelos). Além disso, elas precisam continuar tocando suas vidas pessoas com relacionamentos abusivos, traições, decepções e filhos.

As gravações foram feitas em regiões próximas a Manaus durante 4 meses. Nesta quarta-feira (3), o público poderá ver o primeiro episódio às 22h50 na Globo. A série ficará disponível em um site próprio no exterior, com apoio do Vimeo, plataforma de vídeos. Custará US$ 12,90.

Assista ao trailer abaixo:

Jornal Midiamax