MidiaMAIS / Famosos

Mastercard suspende campanha que tinha Neymar como garoto-propaganda

A Mastercard decidiu suspender uma campanha para a Copa América com Neymar como garoto-propaganda, depois que o jogador foi acusado de estupro e agressão. Os comerciais gravados com o jogador divulgam meios de pagamento por aproximação e, segundo a empresa, podem ser retomados ao fim das investigações. “Nós temos uma série de ativações de marketing […]

Carlos Yukio Publicado em 06/06/2019, às 13h01

None

A Mastercard decidiu suspender uma campanha para a Copa América com Neymar como garoto-propaganda, depois que o jogador foi acusado de estupro e agressão. Os comerciais gravados com o jogador divulgam meios de pagamento por aproximação e, segundo a empresa, podem ser retomados ao fim das investigações.

“Nós temos uma série de ativações de marketing planejadas para o decorrer do campeonato que são focadas em promover o uso do pagamento por aproximação. Nós tomamos a decisão de parar aquelas ativações que incluem o embaixador da marca até que o assunto seja resolvido”, diz a marca em nota.

Questionada, a companhia ainda não anunciou como pretende substituir as peças que veicularia com o camisa 10 da seleção. A Nike também se pronunciou sobre o ocorrido. “Estamos profundamente preocupados com essas acusações e seguimos acompanhando de perto a situação”, posicionou-se a empresa por meio de nota enviada pela assessoria de imprensa.

Jornal Midiamax