MidiaMAIS / Famosos

De MC para o mundo cinematográfico: MC Rebecca estreia como atriz

MC Rebecca estreou sua carreira de atriz na série ‘Onde Está Mariana?’, já disponível no IGTV do Instagram de Cleo, produtora executiva do conteúdo. A cantora confessou que tem uma queda por Cleo. “Agradeço a Cleo por ser essa mulher incrível. Ela já era meu crush antes de eu ser MC”, contou Rebecca, 21 anos, […]

Dândara Genelhú Publicado em 03/10/2019, às 13h40

Foto: Thyago Andrade/Brazil News
Foto: Thyago Andrade/Brazil News - Foto: Thyago Andrade/Brazil News

MC Rebecca estreou sua carreira de atriz na série ‘Onde Está Mariana?’, já disponível no IGTV do Instagram de Cleo, produtora executiva do conteúdo. A cantora confessou que tem uma queda por Cleo.

“Agradeço a Cleo por ser essa mulher incrível. Ela já era meu crush antes de eu ser MC”, contou Rebecca, 21 anos, no lançamento do produto, no Cine Odeon, no Rio de Janeiro. Rebecca interpreta Mariana, jovem de 23 anos, terminou recentemente um relacionamento abusivo e assumiu sua bissexualidade para a família e para os amigos.

Sobre o assunto do produto audiovisual, a cantora diz que ficou espantada com as estatísticas de violências contra mulheres. “Fiquei chocada quando vi [em pesquisas e estatísticas] o número de mulheres mortas. E não é só violência doméstica, é violência verbal, assédio, é tudo. Acho que essa série vai mostrar muito disso”.

Rebecca se identificou com a personagem, pois tem a mesma orientação sexual. “Tenho uma filha mulher, sou negra e bissexual, então tem um pouco de mim na série. Houve cenas fortes, que mexeram muito comigo. Fiquei mal”, disse ela, que foi ao evento acompanhada da filha, Morena, de 2 anos.

A artista já tem dois sucessos consagrados: Cai de Boca e Coça de Rebecca. E garante que a experiência como atriz foi boa. “Foi uma experiência incrível. Nunca imaginei que seria atriz, e a Cleo me deu essa oportunidade. Nosso processo de preparação foi muito intenso, porque a gente teve que misturar emoções, ódio, amor, paixão. Fiquei nervosa, porque nunca tinha vivido isso, mas amadureci bastante”.

Jornal Midiamax