MidiaMAIS / Famosos

Daniela Albuquerque releva ter comido “galinha de encruzilhada” em Dourados

Daniela Albuquerque relembrou a trajetória de sua vida antes da fama quando morava no Mato Grosso do Sul no seu programa da última quinta-feira (21).

Carlos Yukio Publicado em 22/03/2019, às 13h02

None
Daniela Alburquerque relembrou passado humilde em Dourados

Daniela Albuquerque relembrou a trajetória de sua vida antes da fama quando morava no Mato Grosso do Sul no seu programa da última quinta-feira (21). A apresentadora do “Sensacional” da RedeTV! falou dos tempos difíceis antes da fama, período em que nasceu e viveu em Dourados, no interior, enquanto entrevistava o colunista Leo Dias.

“Tenho a minha ‘encantada’, que me acompanha, está sempre perto de mim. Tenho meu lado macumbeira também. Nunca bati tambor mas, uma vez, imagina: pobrinha, tinha uma galinha na encruzilhada, minha tia pegou. A gente comeu a galinha da encruzilhada”, revelou, quando o assunto era religião.

O apresentador do “Fofocalizando” contou uma experiência que teve. “Eu estava carregado, [o espírito] desceu em uma pessoa do lado. A pessoa levou três horas para tirar o negócio dela. Quando a gente se expõe a algumas situações na vida, fica carregado. A Lívia [Andrade] que fez as orações para sair. Aprendi com elas essas orações”.

Dias também usou do espaço no programa pra desmentir boatos de que Luan Santana seja gay. “Ele pegou já a Marina Ruy Barbosa faz muitos anos, ela nem namorava ainda com o Klebber Toledo. Foram ficadas, sabe?. Quem no Brasil ficou com Marina Ruy Barbosa, Bruna Marquezine e Anitta? Luan Santana”, disparou.

Passado

Nascida em Dourados, Daniela Albuquerque nasceu em uma família humilde, e para ajudar no sustento da família, começou a trabalhar aos 13 anos como babá e vendedora ambulante de roupas. Em entrevistas, contou um pouco sobre seu início de vida, quando trabalhava como camelô:

“Quando eu tinha 14 anos, eu e minha mãe montamos uma barraca de vendas, e eu ia para o Paraguai de ônibus para comprar diversos itens por um preço menor, como fraldas, roupas, cigarros, bebidas, doces e comidas, para revender no Brasil”, afirmou em entrevista.

Durante sua adolescência trabalhou em seguradoras e em escritórios de advocacia. Iniciou sua carreira de modelo nesta mesma época, sempre seguindo o exemplo de sua mãe, que, após ficar viúva, tomou a frente de sua família, criando Daniela e seus dois irmãos sozinha.

Jornal Midiamax