MidiaMAIS / Famosos

Aos 81 anos, Jô Soares aparece em foto rara e impressiona fãs

Longe da TV desde 2016, Jô Soares reapareceu nesta sexta-feira (28) num clique feito pelo ator Marcos Frota, que encontrou o apresentador de 81 anos em São Paulo. Desde o fim do “Programa do Jô”, há três anos, Jô Soares passou a ficar mais recluso, saindo poucas vezes de casa. O ator e artista circense […]

Carlos Yukio Publicado em 28/06/2019, às 10h41 - Atualizado às 13h17

None
Jô Soares é fotografado com Marcos Frotas aos 61 anos

Longe da TV desde 2016, Jô Soares reapareceu nesta sexta-feira (28) num clique feito pelo ator Marcos Frota, que encontrou o apresentador de 81 anos em São Paulo. Desde o fim do “Programa do Jô”, há três anos, Jô Soares passou a ficar mais recluso, saindo poucas vezes de casa.

O ator e artista circense compartilhou a foto com a legenda: “Que encontro lindo! Eu e o Jô! #sp #jôsoares #atoresbrasileiros #marcosfrota”. Os fãs ficaram extasiados com o encontro dos artistas, e alguns se preocuparam com a saúde do ex-apresentador. “Ele é um gênio. Sou muito fã de vocês dois”, escreveu um. “Ele tá lúcido??”, comentou outra.

José Eugênio Soares é um humorista, apresentador de televisão, escritor, dramaturgo, diretor teatral, ator e músico brasileiro. Apresentou de 1988 a 1999 o “Jô Soares Onze e Meia” e de 2000 a 2016 o “Programa do Jô na Globo”, onde entrevistou diversas personalidades brasileiras e do mundo, se tornando referência na área.

O apresentador fala, com diferentes níveis de fluência, cinco idiomas: português, inglês, francês, italiano e espanhol, além de bons conhecimentos de alemão. Traduziu um álbum de histórias em quadrinhos de Barbarella, criação do francês Jean-Claude Forest.

No dia 31 de outubro de 2014, morreu seu único filho, Rafael Soares, no Hospital Samaritano, na Zona Sul do Rio de Janeiro. No dia 3 de novembro, o apresentador dedicou o programa ao seu filho, em que fez um discurso contando um pouco da história dele. No dia 4 de agosto de 2016, foi eleito para a Academia Paulista de Letras, assumindo a cadeira 33, que pertenceu ao escritor Francisco Marins.

Jornal Midiamax