MidiaMAIS / Famosos

Após cirurgia polêmica, Romário perde dez quilos em 45 dias e controla diabetes

Técnica ainda é considerada experimental

Guilherme Cavalcante Publicado em 10/01/2017, às 12h59

None
15978225_1432582333418496_806840240_n.jpg

Técnica ainda é considerada experimental

Aos 50 anos, o ex-jogador de futebol e senador Romário, 50, tem voltado a chamar atenção por seu corpo definido. No último sábado (7), por exemplo, Romário foi visto durante uma partida de futevôlei no Rio de Janeiro, ocasião em que despertou olhares: ele estava mais magro e com o corpo definido em curto espaço de tempo.

Ao Jornal Extra, o senador confirmou que retornou ao corpo de anos atrás, 70 kg, após passar por um procedimento cirúrgico experimental a fim de reduzir seus índices glicêmicos, chamada 'interposição ileal', com o qual emagreceu 10kg em 45 dias. “Minha diabetes chegou a 400, então eu decidi fazer essa cirurgia com o doutor Ludovico. Perdi uns 10 quilos. Estava com quase 80 quilos e hoje estou com 70, 69”, disse ao Extra.

A interposição ileal ainda é considerada experimental e é recomendada quando o paciente tem IMC (Índice de Massa Corporal) menor que 35. Vista com cautela por endocrinologistas por ainda não haver estudos suficientes sobre a prática, o método tem como objetivo reduzir o diabetes Tipo 2.

A cirurgia, no entanto, assemelha-se um pouco a algumas técnicas de redução de estômago, que recorrem também ao desvio intestinal a fim de reduzir a absorção de nutrientes. Por conta disso, Romário precisará fazer reposição de vitaminas pelo resto da vida. Segundo o jornal, o responsável pela cirurgia foi o médico goiano Áureo Ludovico de Paula, que não concedeu entrevista por estar viajando.

(Reprodução/Extra)

Jornal Midiamax