MidiaMAIS / Famosos

Jovem que desafiou Bruna Marquezine em vídeo de funk pretende seguir carreira na TV

Vídeo foi disseminado na rede e diversas páginas do Facebook e canais do Youtube reproduziram

Midiamax Publicado em 14/02/2015, às 16h54

None
print_video.jpg

Vídeo foi disseminado na rede e diversas páginas do Facebook e canais do Youtube reproduziram

Com uma brincadeira entre amigos a jovem Crystiane Krauser Gabiatti, ou apenas Crys Gabiatti, de 25 anos, não imaginava que poderia se tornar um viral da internet. Fã de funk, a moça que nasceu no interior do estado, mais precisamente em Dourados, gravou um vídeo desafiando a atriz Bruna Marquezine. O desafio era para mostrar quem dança melhor a música ‘Parara tibum’.

O vídeo virou ‘febre’ na internet e várias meninas do Brasil começaram a fazer a dança e nas redes sociais os internautas iam dando opiniões sobre as melhores. Crys afirmou que tudo foi uma grande surpresa e que ficou um pouco assustada. “Eu fiz como uma brincadeira. Me enviaram um vídeo falando que era a Bruna Marquezine e que eu dançava melhor que ela. Eu fiz o meu e minha mãe deu a ideia de falar: pega essa, Bruna Marquezine”.

De acordo com a jovem, o vídeo foi disseminado na rede e diversas páginas do Facebook e canais do Youtube reproduziram a imagem. “No total o vídeo deve ter umas 60 milhões de visualizações. No primeiro dia teve dois milhões, mas como tem em outras páginas eu não sei o número exato”, declarou a jovem.

Crys não esconde que sempre quis ser famosa e que já era um pouco conhecida na rede. Ela já fez parte da Galera Capricho quando tinha 16 anos e tentou virar ‘Panicat’, nome dado as assistentes de palco do Pânico na Band, programa transmitido nacionalmente pela Rede Bandeirantes. “Eu aprendi que as coisas têm o tempo certo para acontecer e o momento certo. Deus sabe a hora de tudo”.

A jovem não esperava que um único vídeo iria ter tanta repercussão. Ela contou que morou no Rio de Janeiro durante um ano e meio e que lá aprendeu a gostar mais ainda do estilo musical. Crys não esconde que recebeu muitas brincadeiras dos amigos cariocas por ser do interior. “Eu puxo o ‘r’ e falo desse jeito do interior, mas eu sou assim. Vou fazer o que?”, indagou.

Com o sucesso do vídeo na internet Crys conheceu a interprete da música, a funkeira Tati Zaqui, e pretende fazer trabalhos de modelo e até mesmo TV. “Eu quero mudar para São Paulo, lá tem mais oportunidades. Pretendo trabalhar na TV e no momento têm surgido muitos trabalhos bacanas”.

Mas para quem pensa que a vida dela é só fama, a jovem trancou no sétimo semestre a faculdade de psicologia, tem uma filha de sete anos e adora ler. Para Crys, se manter informada é quase uma obrigação. Ela ressaltou que além dos livros de filosofia e psicologia da faculdade também gosta de auto-ajuda, literatura e livros famosos como: ‘50 Tons de Cinza’.

Em relação a filha e a família, a modelo afirma que não gosta de expor muito e quando pergunto sobre a menina ela prefere não responder. “Eu não posto mais fotos com ela, tento expor o mínimo, mas as vezes acham e ficam me mandando perguntas sobre ela”.

Para os interessados a jovem está solteira. Ela afirma que sempre tem homens mais atirados e já recebeu proposta de mulheres, mas que apesar de respeitar a opção, só se relaciona com homens e gosta de ser respeitada. “Esse negocio de loira burra não combina comigo, sou bem informada e sei conversar. Tem os atirados, mas eu controlo isso. Quero fazer um trabalho sem vulgarizar minha imagem, o funk já em bem sensual”.

O empresário de Crys, Jan Michel, afirma que apesar do Estado ter muitos pontos positivos ela conseguiria mais oportunidades em São Paulo. “Queremos aproveitar o momento e para ela é melhor Rio e São Paulo”. Interessados em contratar a modelo para presenças Vips ou editoriais de moda podem entrar em contato pelo telefone 67 8199-4864 e falar com o Jan Michel. 

Jornal Midiamax