MidiaMAIS / Cinema

Confirmando favoritismo no Oscar, “Momadland” é maior vencedor do Bafta 2021

Premiação é considerada o Oscar britânico

Gabriel Neves Publicado em 12/04/2021, às 09h58

Frances McDormand em 'Nomadland'.
Frances McDormand em 'Nomadland'. - (Foto: Divulgação)

“Momadland” filme cotado como um dos favoritos para o Oscar deste ano, foi o maior vencedor da Bafta (Academia Britânica de Artes Cinematográficas e Televisivas) em premiação realizada neste domingo (11), que é considerada um "Oscar britânico".

O longa levou os prêmios de melhor filme, melhor direção (realizada por Chloé Zhao), melhor atriz (Frances McDormand) e melhor fotografia.

No sábado (10), o filme também teve destaque na premiação do DGA (Sindicato de Diretores da América). Zhao foi considerada a melhor diretora e se tornou a 2ª mulher a ganhar o prêmio.

Veja lista com vencedores do Bafta 2021

  • Melhor filme
  1. "Meu pai"
  2. "The Mauritanian"
  3. "Nomadland" (vencedor)
  4. "Bela vingança"
  5. "Os 7 de Chicago"
  • Melhor filme britânico
  1. "Calm with horses"
  2. "Meu pai"
  3. "The dig"
  4. "O que Ficou para Trás"
  5. "Limbo"
  6. "The mauritanian"
  7. "Mogul Mowgli"
  8. "Bela vingança" (vencedor)
  9. "Rocks"
  10. "Saint maud"
  • Melhor filme de língua não inglesa
  1. "Druk - Mais uma Rodada" - Thomas Vinterberg, Sisse Graum Jørgensen (vencedor)
  2. "Dear Comrades!" - Andrei Konchalovsky, Alisher Usmanov
  3. "Les Misérables" - Ladj Ly
  4. "Minari" - Lee Isaac Chung, Christina Oh
  5. "Quo Vadis, Aida?" - Jasmila Žbanić, Damir Ibrahimovich
  • Melhor animação
  1. "Dois irmãos"
  2. "Soul" (vencedor)
  3. "Wolfwalkers"
  • Melhor diretor
  1. "Druk - Mais uma Rodada” - Thomas Vinterberg
  2. "Babyteeth" - Shannon Murphy
  3. "Minari" - Lee Isaac Chung
  4. "Nomadland" - Chloé Zhao (vencedora)
  5. "Quo Vadis, Aida?" - Jasmila Žbanić
  6. "Rocks" - Sarah Gavron
  • Melhor roteiro original
  1. "Druk - Mais uma Rodada" - Tobias Lindholm, Thomas Vinterberg
  2. "Mank" - Jack Fincher
  3. "Bela vingança" - Emerald Fennell (vencedor)
  4. "Rocks" - Theresa Ikoko, Claire Wilson
  5. "Os 7 de Chicago" - Aaron Sorkin
  • Melhor roteiro adaptado
  1. "The Dig" - Moira Buffini
  2. "Meu pai" - Christopher Hampton, Florian Zeller (vencedor)
  3. "The Mauritanian" - Rory Haines, Sohrab Noshirvani, M.B. Traven
  4. "Nomadland" - Chloé Zhao
  5. "O tigre branco" - Ramin Bahrani
  • Melhor atriz
  1. Vanessa Kirby - "Pieces of a Woman"
  2. Frances McDormand - "Nomadland" (vencedora)
  3. Bukky Bakray - "Rocks"
  4. Radha Blank - "The Forty-Year-Old Version"
  5. Wuhmi Mosaku - "O que Ficou para Trás"
  6. Alfre Woodard - "Clemency"
  • Melhor ator
  1. Riz Ahmed - “O Som do Silêncio”
  2. Chadwick Boseman - “A Voz Suprema do Blues”
  3. Anthony Hopkins - “Meu Pai” (vencedor)
  4. Tahar Rahim - “The Mauritanian”
  5. Adarsh Gourav - “O Tigre Branco”
  6. Mads Mikkelsen - “Druk - Mais uma Rodada”
  • Melhor atriz coadjuvante
  1. Maria Bakalova - "Borat: Fita de Cinema Seguinte"
  2. Youn Yuh-jung - "Minari" (vencedora)
  3. Niamh Algar - "Calm with Horses"
  4. Kosar Ali - "Rocks"
  5. Ashley Madekwe - "County Lines"
  6. Dominique Fishback - "Judas e o Messias negro"
  • Melhor ator coadjuvante
  1. Daniel Kaluuya - “Judas e o Messias Negro” (vencedora)
  2. Barry Keoghan - “Calm with Houses”
  3. Alan Kim - “Minari”
  4. Leslie Odom Jr. - “Uma Noite em Miami”
  5. Clarke Peters - “Destacamento Blood”
  6. Paul Raci - “O Som do Silêncio”
  • Melhor elenco
  1. “Judas e o Messias Negro”
  2. “Calm with Horses”
  3. “Minari”
  4. “Bela Vingança”
  5. “Rocks” (vencedor)
  • Melhor documentário
  1. “Collective”
  2. “David Attenborough e Nosso Planeta”
  3. “The Dissident”
  4. “Professor Polvo” (vencedor)
  5. “O Dilema das Redes”
  • Melhor animação
  1. “Soul” (vencedor)
  2. “Os Irmãos Willoughby”
  3. “Wolfwalkers”

*Com informações do G1.

Jornal Midiamax