Em MS, pais comemoram proibição de Deadpool 2 para menores de 18 anos

A decisão de elevar a classificação indicativa de Deadpool 2 foi aplaudida por grande parte dos brasileiros. Pais e adultos que não aturam o comportamento de jovens e crianças nas salas de cinema comemoraram o fato. A classificação do primeiro filme foi de 16 anos. A Fox Film do Brasil, distribuidora do longa, tentou argumentar […]
| 17/05/2018
- 19:48
Em MS, pais comemoram proibição de Deadpool 2 para menores de 18 anos

A decisão de elevar a classificação indicativa de Deadpool 2 foi aplaudida por grande parte dos brasileiros. Pais e adultos que não aturam o comportamento de jovens e crianças nas salas de cinema comemoraram o fato. A classificação do primeiro filme foi de 16 anos.

A Fox Film do Brasil, distribuidora do longa, tentou argumentar com o Ministério da Justiça, mas não teve jeito. Segundo Departamento de Políticas de Justiça do órgão, “drogas, violência extrema e conteúdo impactante” são os motivos da decisão.

Nas redes sociais, as grandes redes de cinema do Brasil postaram avisos sobre a proibição para menores e como proceder para a restituição no caso de menores haverem adquirido ingressos em pré-venda.

Postagem do Cinemark

ATENÇÃO: Caso você seja menor de idade e tenha comprado ingresso para #Deadpool2, confira os procedimentos para realizar…

Posted by Cinemark Brasil on Wednesday, May 16, 2018

Publicação do UCI

Atenção!! Pedimos que os menores de idade que adquiriram ingressos pela ingresso.com solicitem a eles o estorno pelo site, e os que adquiriram em nossos cinemas se dirijam a bilheteria. #Deadpool2

Posted by UCI Cinemas on Wednesday, May 16, 2018

 

Comunicado do Cinépolis

https://www.facebook.com/CinepolisBrasil/photos/a.128126457219236.14178.114996255198923/1873752735989924/?type=3&theater

 

Os posts viraram palco para apoio e reclamação. Entre os que concordam com a classificação estão os pais. “Tá certo, levei meu filho menor de idade para assistir o primeiro e realmente é impróprio para menores de 18 anos, na sala do cinema a maioria do público era de crianças. Cumpra-se a lei para pais como eu não caírem nesse erro. Eu fiquei muito constrangida vendo o filme com meu filho”, disse uma mãe.

Em Campo Grande, o servidor público Alexander Onça não permitiu que o filho de 10 anos assistisse ao primeiro filme, que tinha classificação de 16 anos.

“Quando saiu o primeiro, meu filho pediu para levá-lo ao cinema. Antes de responder vi o trailer e a resposta foi obviamente não. Ele acabou indo por outros meios, mesmo sabendo que eu não concordava. Bem, agora a minha decisão de pai ganhou peso e está de acordo com a Justiça Brasileira, quero ver quem vai teimar com o papai agora, hein?”, cutucou ele no Facebook.

Há também os que questionam a vista grossa das empresas que não exigem apresentação de identificação e permitem a entrada de crianças fora da faixa etária permitida. Além de ressaltarem responsáveis que levam seus filhos para assistirem produções impróprias para a idade deles.

Além dos pais, há também adultos sem filhos que adoraram a notícia. “Sem crianças catarrento (sic) , sem crianças falando no filme, sem crianças chorando no meio do filme , sem crianças levantando toda a hora pra ir no banheiro muito obrigado Cinemark (sic)”, lê-se em um dos comentários.

Tem aqueles que aproveitam para reforçar a máxima “the zoeira never ends”. “Qual é Cinemark, aqui é Brasil, onde criança pode ir em ‘exposição artística’ com nudismo e ainda tocar em homem nu. Então o que é um filminho kkkk obs. Estou sendo irônico (sic)”, comentou um dos usuários.


Fale MAIS!

O que você gostaria de ver no MidiaMAIS? Envie sua sugestão para o e-mail [email protected], ou pelos telefones 67 99965-7898/3312-7422.

Siga a gente no Instagram: @midia_mais_ 

Veja também

Confira o trailer de Carros na Estrada e pesque as referências

Últimas notícias