MidiaMAIS / Cinema

Dois brasileiros estão na corrida para o Oscar 2018, com animação e produção

Saiba mais sobre indicações 

Daiane Libero Publicado em 25/01/2018, às 20h07

None

Saiba mais sobre indicações 

Dois brasileiros estão na corrida pelo Oscar 2018, sendo o animador Carlos Saldanha, que concorre na categoria de animação com “O Touro Ferdinando”. O outro é Rodrigo Teixeira, um dos produtores de “Me Chame pelo Seu Nome”, do italiano Luca Guadagnino, um dos nove concorrentes a melhor filme.

Apresentado por Andy Serkis e Tiffany Haddish, o anúncio dos indicados para o 90º prêmio da Academia reafirmou “A Forma da Água” como favorito, com 13 indicações, incluindo melhor filme, diretor (Guillermo Del Toro), roteiro (do cineasta), atriz (Sally Hawkins) e ator coadjuvante (Richard Jenkins). Del Toro teve mais indicações do que Christopher Nolan, que vai concorrer a filme e direção, mais seis estatuetas técnicas, por “Dunkirk”.

Dois brasileiros estão na corrida para o Oscar 2018, com animação e produção

E Jordan Peele faz história como primeiro negro a concorrer nas mesmas categorias de Greta, por “Corra!” Também fazendo história, Rachel Morrison é a primeira mulher a concorrer ao Oscar de fotografia, por Mudbound, de Dee Rees. 

Del Toro pode nem ganhar a maioria das estatuetas a que vai concorrer, mas só o fato de estar na dianteira já dá o que pensar. “A Forma da Água” tem sido multipremiado, desde o Festival de Veneza, e no começo do mês Del Toro foi melhor diretor no Globo de Ouro. 

As 13 indicações sugerem desagravo da Academia contra o presidente Donald Trump, que desde que tomou posse, em janeiro de 2017, endureceu o discurso racista. Os mexicanos têm sido alvo de suas piadas e Trump não desiste de erguer um muro para isolar os EUA do México.

No longa de Del Toro, que tem forte subtexto político, a par de sua dimensão fantástica, os EUA estão empenhados numa corrida para ultrapassar a arqui-inimiga URSS – o ano é 1962 – na epopeia espacial. A grandeza do país está em jogo nesse laboratório onde a faxineira muda (Sally) se envolve com um estranho ser aquático. Alguma dúvida de que ela leve a melhor contra o establishment militar? Como “Corra!”, “A Forma da Água” começou a nascer bem antes do início da era Trump, mas tem tudo a ver com o momento atual.

No Oscar de filme estrangeiro, o Chile conseguiu cravar, entre os cinco, a indicação de “Uma Mulher Fantástica”, de Sebastián Lélio com a transexual Daniela Vega. A entrega dos prêmios será em 4 de março, no Dolby Theatre, e o comediante Jimmy Kimmel será o host, pelo segundo ano seguido.

Jornal Midiamax