MidiaMAIS / Cinema

Vídeo com maus tratos vaza e filme com cães tem pré-estreia cancelada

Estreia oficial foi mantida

Guilherme Cavalcante Publicado em 20/01/2017, às 13h48

None
quatro-vidas-de-um-cachorro-668x445.jpg

Estreia oficial foi mantida

A pré-estreia do filme 'Quatro Vidas de Um Cachorro', produzido pela Universal Pictures e pela Amblin Entertainment, foi cancelada, conforme comunicado enviado a imprensa na noite dessa quinta-feira (19). O cancelamento da estreia se deu após grande polêmica, quando vazou um vídeo com um dos cães utilizados no set sendo forçado a entrar na água.

O evento seria realizado em Los Angeles neste fim de semana. Com o cancelamento, as entrevistas agendadas também foram desmarcadas, sem uma numa data. A estreia oficial, no entanto, continua marcada para 27 de Janeiro, nos Estados Unidos.

O filme, que conta a história de quatro reencarnações de um cachorro até reencontrar-se com seu primeiro dono no futuro, traz Britt Robertson e Dennis Quaid no elenco, e celebra a amizade entre humanos e cães. Mas o vídeo vazado pelo site TMZ, que foram gravadas em Novembro de 2015, mostram que para chegar ao resultado final do filme, animais podem ter sido submetidos a maus tratos.

De acordo com as imagens, um adestrador é visto aparentemente forçando um cão da raça pastor alemão a entrar em um tanque de água. Claramente assustado, o animal se recusa a atender o comando, mas mesmo assim é colocado pelo adestrador dentro d'água. Por conta disso, entidades de proteção a animais, como a Peta, pedem o boicote ao filme.

Repercussão

A produtora Amblin Entertainment nega que o cão tenha sido forçado a entrar na água. "No dia da gravação, o Hercules (nome do cachorro) não quis fazer a acrobacia, então nossa equipe interrompeu aquela tomada", garantiu o representante da Amblin ao TMZ. O treinador mostrado no vídeo foi demitido, de acordo com o site BuzzFeed.

Todavia, o próprio diretor do filme, Lasse Hakkström, negou ter participado de todas as filmagens e emitiu comunicado reprovando cenas com o animal, alegando também não ter conhecimento do fato. "Estou muito incomodado com o vídeo divulgado do set de 'Quatro Vidas de Um Cachorro'. Eu não testemunhei essas ações, que são inaceitáveis e não deveriam nunca acontecer sob meu conhecimento. Me prometeram que uma investigação completa dessa situação está em andamento e que qualquer irregularidade será relatada e punida", disse o diretor.

A lista de pessoas indignadas com os maus tratos traz Josh Gad, que dá 'voz' aos cães no filme, e W. Bruce Cameron, autor do livro do qual o filme foi adaptado.

Jornal Midiamax