MidiaMAIS / Cinema

Deu ruim: Candidato brasileiro ao Oscar, ‘Pequeno Segredo’ fica de fora da disputa

Filme 'venceu' Aquarius na lista de indicados enviados pelo MinC

Guilherme Cavalcante Publicado em 18/12/2016, às 13h00

None
pequeno-segredo-20160914-005.jpg

Filme 'venceu' Aquarius na lista de indicados enviados pelo MinC

O longa metragem 'Pequeno Segredo', estrelado pela atriz Júlia Lemmertz e por Marcelo Anthony e dirigido por David Schürmann, está de fora da lista de indicados ao Oscar na categoria 'Melhor Filme em Língua Estrangeira'. Os 9 nomes pré-selecionados foram divulgados na última semana e a produção brasileira está de fora.

Os nomes pré-indicados são 'Tanna' de Bentley Dean e Martin Butler (Austrália), 'It’s Only the End of the World' de Xavier Dolan (Canadá), 'Land of Mine' de Martin Zandvliet (Dinamarca), 'Toni Erdmann' de Maren Ade (Alemanha), 'The Salesman' de Asghar Farhadi (Irã), 'The King’s Choice' de Erik Poppe (Noruega), 'Paradise' de Andrei Konchalovsky (Rússia), 'A Man Called Ove' de Hannes Holm (Suécia), e 'My Life as a Zucchini' de Claude Barras (Suíça). Desta lista, cinco indicados participarão da premiação que ocorre em fevereiro de 2007, em Los Angeles.

'Pequeno Segredo' esteve envolvido numa grande polêmica quando de sua indicação, pelo MinC (Ministério da Cultura). Isto porque 'Aquarius', de Kleber Mendonça, o favorito devido sua repercussão política e exibição no seleto Festival de Cannes, foi supostamente preterido em função de 'Pequeno Segredo' – uma campanha de desistência de candidaturas, puxada por cineastas como Anna Muylaert ('Que Horas Ela Volta'), foi fortalecida para que Aquarius fosse o único na lista do MinC.

Mesmo assim, 'Pequeno Segredo', que conta parte da história da célebre Familia Schurmann e foi alvo de duras críticas, foi selecionado, supostamente em retaliação à mensagem política de Aquarius, cujo diretor e elenco empunharam uma campanha contra o presidente Michel Temer, logo após o impeachmente de Dilma Rousseff. Um filme brasileiro não concorre na categoria desde 1999, quando 'Central do Brasil', de Walter Salles, concorreu também na categoria 'Melhor Atriz', com Fernanda Montenegro.

Jornal Midiamax