MidiaMAIS / Cinema

Programa CineMIS Especial de Férias segue até fevereiro com exibições gratuitas

Os longas-metragens serão veiculadas no MIS sempre às 14 horas de segunda a sexta-feira

Midiamax Publicado em 13/01/2015, às 13h58

None
anjos_do_sol_divulgacao.jpg

Os longas-metragens serão veiculadas no MIS sempre às 14 horas de segunda a sexta-feira

Nesta semana começou o Programa CineMIS Especial de Férias do MIS (Museu da Imagem e do Som), por meio da FCMS (Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul). Os filmes nacionais serão exibidos de segunda a sexta-feira, sempre às 14 horas, até o dia 27 de fevereiro.

Os longas-metragens que estão sendo exibidos foram doados pela Agência Nacional do Cinema e compõem um panorama abrangente e diversificado da recente produção  cinematográfica nacional, desconhecida por grande parte do público em geral, possibilitando certa reflexão sobre a identidade brasileira a partir das muitas possibilidades de expressão já realizadas no país por meio da linguagem audiovisual.

A curadoria e a programação, com indicação etária por dia da semana, tem por objetivo melhorar a comunicação e a aproximação do público junto ao MIS. A indicação etária está definida da seguinte forma: segunda (livre), terça (10 anos), quarta (12 anos), quinta (14 anos) e sexta (16 anos).

Exposição de fotografias – Além das exibições, o museu mantem aberta ao público através do projeto VisitaMIS a exposição “Patrimônio Histórico e Cultural de MS – NOB 100 anos”, fotografias inéditas selecionadas em concurso. Os registros retratam várias nuances da antiga ferrovia que capturam ora a grandeza representada pelas pontes, estações e trilhos, ora a nostalgia da passagem do tempo em texturas, ruínas e vagões.

Confira os filmes de janeiro:

12 de janeiro – “Espelho D’água” – Henrique (Fábio Assunção) é um fotógrafo em crise, que decide viajar pelo rio São Francisco. Ao seu encontro parte Celeste (Carla Regina), sua namorada, que deixa o Rio de Janeiro. Durante a viagem Henrique conhece várias lendas sobre o rio e pessoas que dependem dele para viver. Entre eles está Abel (Francisco Carvalho), um homem que conversa com Sidó, sua canoa de um pau só, e Penha (Regina Dourado), que passa aos filhos e netos as lendas do rio.

Classificação indicativa: Livre. Gênero: Drama; Idioma: Português; Duração: 108min; Ano: 2004.

13 de janeiro – “O ano em que meus pais saíram de férias” – 1970. Mauro (Michel Joelsas) é um garoto mineiro de 12 anos, que adora futebol e jogo de botão. Um dia sua vida muda completamente, já que seus pais saem de férias de forma inesperada e sem motivo aparente para ele. Na verdade os pais de Mauro foram obrigados a fugir por serem de esquerda e serem perseguidos pela ditadura, tendo que deixá-lo com o avô paterno (Paulo Autran). Porém o avô enfrenta problemas, o que faz com que Mauro tenha que ficar com Shlomo (Germano Haiut), um velho judeu solitário que é seu vizinho. Enquanto aguarda um telefonema dos pais, Mauro precisa lidar com sua nova realidade, que tem momentos de tristeza pela situação em que vive e também de alegria, ao acompanhar o desempenho da seleção brasileira na Copa do Mundo.

Classificação indicativa: 10 anos; Gênero: Drama; Idioma: Português; Duração: 104min; Ano: 2006.

14 de janeiro – “Caixa Dois” – Luiz Fernando (Fúlvio Stefanini) é um banqueiro rico que em uma transação de precatórios consegue um ganho extra de R$ 50 milhões. Como o doleiro que geralmente desconta o cheque e envia os dólares para sua conta em Zurique está em coma, Luiz decide usar sua secretária (Giovana Antonelli) como “laranja”. Porém ele se vê em apuros quando Romeiro (Cássio Gabus Mendes), seu funcionário e que levaria inicialmente R$ 2 milhões da transação, coloca um dígito errado ao fazer o depósito. Isto faz com que o dinheiro caia na conta de uma mulher trabalhora e honesta (Zezé Polessa), cujo marido (Daniel Dantas) foi recentemente demitido pelo banco de Luiz Fernando. Ao saber do caso ela se recusa a fazer o estorno, gerando complicações para todos.

Classificação indicativa: 12 anos; Gênero: Drama; Idioma: Português; Duração: 81min; Ano: 2006.

15 de janeiro – “Cinema, Aspirinas e Urubus” – Em 1942, no meio do sertão nordestino, dois homens vindos de mundos diferentes se encontram. Um deles é Johann (Peter Ketnath), alemão fugido da 2ª Guerra Mundial, que dirige um caminhão e vende aspirinas pelo interior do país. O outro é Ranulpho (João Miguel), um homem simples que sempre viveu no sertão e que, após ganhar uma carona de Johann, passa a trabalhar para ele como ajudante. Viajando de povoado em povoado, a dupla exibe filmes promocionais sobre o remédio “milagroso” para pessoas que jamais tiveram a oportunidade de ir ao cinema. Aos poucos surge entre eles uma forte amizade.

Classificação indicativa: 14 anos; Gênero: Drama; Idioma: Português; Duração: 101min; Ano: 2007.

16 de janeiro – “Gatão de meia idade” – Cláudio (Alexandre Borges) é um homem quarentão, solteiro e charmoso, que deseja experimentar o maior número possível de aventuras amorosas sem que precise ter qualquer envolvimento emocional. Em meio às suas desventuras ele precisa lidar com Betty (Júlia Lemmertz), sua ex-esposa, e também com sua filha adolescente (Renata Nascimento).

Classificação indicativa: 16 anos; Gênero: Drama; Idioma: Português; Duração: 89min; Ano: 2006.

19 de janeiro – “Turma da Mônica – Uma aventura no tempo” – Nossos heróis precisam viajar em uma máquina do tempo pra recuperar os “quatro elementos da natureza” e salvar o mundo do congelamento total. Muita aventura e confusão esperam a turminha nessa jornada.

Classificação indicativa: Livre; Gênero: Animação; Idioma: Português; Duração: 80min; Ano: 2007.

20 de janeiro – “Soy Cuba, o mamute siberiano” – No início dos anos 60 o diretor soviético Mikhail Kalatozov, juntamente com uma equipe de 200 pessoas, rodou em Cuba a superprodução “Soy Cuba”. A intenção original era que o filme fosse uma poderosa arma de divulgação sobre a revolução cubana, mas ele terminou sendo ignorado após sua estréia em Havana e em Moscou. O filme ficou então desconhecido para o ocidente até a década de 90, quando foi descoberto pelos diretores Martin Scorsese e Francis Ford Coppola. O documentário apresenta depoimentos dos atores e técnicos sobreviventes de “Soy Cuba”, mostrando o contraste entre as culturas cubana e eslava.

Classificação indicativa: 10 anos; Gênero: Documentário; Idioma: Português; Duração: 90min; Ano: 2004.

21 de janeiro – “Saneamento Básico, o filme” – Os moradores de Linha Cristal, uma pequena vila de descendentes de colonos italianos localizada na serra gaúcha, reúnem-se para tomar providências a respeito da construção de uma fossa para o tratamento do esgoto. Eles elegem uma comissão, que é responsável por fazer o pedido junto à sub-prefeitura. A secretária da prefeitura reconhece a necessidade da obra, mas informa que não terá verba para realizá-la até o final do ano. Entretanto, a prefeitura dispõe de quase R$ 10 mil para a produção de um vídeo. Este dinheiro foi dado pelo governo federal e, se não for usado, será devolvido em breve. Surge então a idéia de usar a quantia para realizar a obra e rodar um vídeo sobre a própria obra, que teria o apoio da prefeitura. Porém a retirada da quantia depende da apresentação de um roteiro e de um projeto do vídeo, além de haver a exigência que ele seja de ficção. Desta forma os moradores se reúnem para elaborar um filme, que seria estrelado por um mostro que vive nas obras de construção de uma fossa.

Classificação indicativa: 12 anos; Gênero: Comédia; Idioma: Português; Duração: 112min; Ano: 2007.

22 de janeiro – “O Magnata” – O astro do rock Magnata (Paulo Vilhena) ganhou muito dinheiro com a carreira, mas financia suas extravagâncias com o dinheiro deixado de herança por seu pai. Imaturo e deslumbrado com o sucesso, ele vê sua vida mudar após conhecer Dri (Rosanne Holland), por quem se apaixona. Mas no mesmo dia em que isto acontece acaba por cometer o maior erro de sua vida, o que faz com que seus sonhos se tornem verdadeiros pesadelos.

Classificação indicativa: 14 anos; Gênero:  Drama; Idioma: Português; Duração: 97min; Ano: 2007.

23 de janeiro – “O céu de Suely” – Hermila (Hermila Guedes) é uma jovem de 21 anos que está de volta à sua cidade-natal, a pequena Iguatu, localizada no interior do Ceará. Ela volta juntamente com seu filho, Mateuzinho, e aguarda para daqui a algumas semanas a chegada de Mateus, pai da criança, que ficou em São Paulo para acertar assuntos pendentes. Porém o tempo passa e Mateus simplesmente desaparece. Querendo deixar o lugar de qualquer forma, Hermila tem uma idéia inusitada: rifar seu próprio corpo para conseguir dinheiro suficiente para comprar passagens de ônibus para longe e iniciar nova vida.

Classificação indicativa: 16 anos; Gênero: Drama; Idioma: Português; Duração: 88min; Ano: 2006.

26 de janeiro – “Bezerra de Menezes, o diário de um espírito” – Aos 18 anos Bezerra de Menezes (Magno Carvalho) inicia seus estudos de medicina no Rio de Janeiro, na época capital do país. Abolicionista, Bezerra entrou para a política e foi diversas vezes eleito vereador e deputado. Entretanto foi seu trabalho junto à população mais humilde que lhe trouxe fama, passando a ser conhecido como Médico dos Pobres.

Classificação indicativa: Livre; Gênero: Drama; Idioma: Português; Duração: 76min; Ano: 2008.

27 de janeiro – “Bendito Fruto” – Durante os 9 meses de duração da novela “Primeiro Amor”, Maria (Zezeh Barbosa), Edgar (Otávio Augusto), Virgínia (Vera Holtz), Telma (Lúcia Alves), Choquita (Camila Pitanga) convivem juntos. O ponto de encontro é o pequeno salão de cabelereiro de Edgar, localizado em Botafogo, no Rio de Janeiro, por onde todos passam. Neste período Maria, que é amante de Edgar, tem sua vida transformada para sempre. Virgína, amiga de infância de Edgar, sofre um acidente com uma tampa de bueiro. Anderson (Evandro Machado), filho de Maria, volta da Europa com uma novidade: Marcelo Monte (Eduardo Moscovis), seu namorado, que é também o galã da nova novela das oito.

Classificação indicativa: 10 anos; Gênero: Comédia; Idioma: Português; Duração: 89min; Ano: 2004.

28 de janeiro – “Romance” – Pedro (Wagner Moura) é um ator e diretor de teatro que se apaixona por Ana (Letícia Sabatella), também atriz, ao contracenar com ela a peça “Tristão e Isolda”. O namoro deles é afetado pelo posterior sucesso dela na TV, impulsionado pela empresária Fernanda (Andréa Beltrão). Além disto, ao gravar um especial de TV, Ana conhece Orlando (Vladimir Brichta), um ator por quem se apaixona.

Classificação indicativa: 12 anos; Gênero: Drama;; Idioma: Português; Duração: 105min; Ano: 2008.

29 de janeiro – “Anjos do Sol” – Maria (Fernanda Carvalho) é uma jovem de 12 anos que mora no interior do nordeste brasileiro. No verão de 2002 ela é vendida por sua família a um recrutador de prostitutas. Após ser comprada em um leilão de meninas virgens, Maria é enviada a um prostíbulo localizado perto de um garimpo, na floresta amazônica. Após meses sofrendo abusos, ela consegue fugir e passa a cruzar o Brasil através de viagens de caminhão. Mas ao chegar no Rio de Janeiro a prostituição volta a cruzar seu caminho.

Classificação indicativa: 14 anos; Gênero: Drama; Idioma: Português; Duração: 90min; Ano: 2006.

30 de janeiro – “Linha de passe” – São Paulo. Reginaldo (Kaique de Jesus Santos) é um jovem que procura seu pai obsessivamente. Dario (Vinícius de Oliveira) sonha em se tornar jogador de futebol, mas, aos 18 anos, vê a idéia cada vez mais distante. Dinho (José Geraldo Rodrigues) dedica-se à religião. Dênis (João Baldasserini) enfrenta dificuldades em se manter, sendo também pai involuntário de um menino. Os quatro são irmãos, tendo sido criados por Cleuza (Sandra Corveloni), sua mãe, que trabalha como empregada doméstica e está mais uma vez grávida, de pai desconhecido. Eles precisam lidar com as transformações religiosas pelas quais o Brasil passa, assim como a inserção no meio do futebol e a ausência de uma figura paterna.

Classificação indicativa: 16 anos; Gênero: Drama; Idioma: Português; Duração: 113min; Ano: 2008.

Jornal Midiamax