Religiosamente, a cada quinze dias, Rachel Carson, a jiboia do Bioparque , em (MS), é alimentada com um banquete. Segundo Carla Kovalski, bióloga-chefe do complexo, a come uma comida deliciosa, comprada já congelada especialmente para ela.

Conforme a profissional, responsável pelo acompanhamento da jiboia no Bioparque, Rachel se alimenta basicamente de roedores, com peso equivalente de 7 a 10% de seu peso. Para a cobra receber a refeição, todo um cálculo é feito pelos biólogos.

“Desde o início, ela aceitou muito bem a oferta das presas, que nós compramos já congeladas. Elas passam por um processo de descongelamento natural e é ofertado um alimento com a maior qualidade possível, que passou por controle sanitário. Inclusive, a presa também recebeu cuidados de bem-estar animal”, detalha a bióloga ao Jornal Midiamax.

Ainda segundo Carla, Rachel come entre uma a duas presas por refeição. A quantidade de roedores consumidos pela jiboia variam conforme seu peso. “Antes de definir a alimentação, nós pesamos e medimos a Rachel, porque é a partir do peso do animal que nós calculamos a ”, explica Kovalski.

“As serpentes têm uma digestão muito prolongada, então são animais que comem com uma frequência reduzida. A Rachel hoje recebe alimentação a cada 15 dias e tem o acompanhamento mensal do quanto está crescendo. A partir disso, a gente vai aumentando a quantidade de comida ofertada pra ela”, detalha a bióloga-chefe do Bioparque Pantanal.

Com idade estimada em 2 a 3 anos de idade, atualmente, a jiboia Rachel mede aproximadamente 2 metros de comprimento e pesa de 5 a 5,5 kg. As jiboias, de acordo com Kovalski, medem até 2,5 metros. “Alguns indivíduos podem chegar a 3 metros, mas não é muito comum”, ressalta.

Rachel roubou estrelato de Gaby e é adorada por visitantes de Bioparque

Há quase dois meses exposta no Bioparque Pantanal, Rachel Carson roubou os holofotes no complexo de aquários. Diferente da sucuri-verde Gaby que, por natureza, prefere se esconder em seu tanque, a jiboia já é mais aparecida e adora interagir com os visitantes.

Ela passeia por seu recinto, sobre em sua miniárvore, se aproxima do vidro… não à toa ganhou o apelido de “Aparecida” entre os funcionários do local. Em pouco tempo, a jiboia arrebatou quem conhece o complexo e se tornou uma das principais atrações do Bioparque Pantanal. E você, já conheceu ela?

Fale com o WhatsApp do MidiaMAIS!

Tem algo legal para compartilhar com a gente? Fale direto com os jornalistas do MidiaMAIS através do WhatsApp.

Mergulhe no universo do entretenimento e da cultura participando do nosso grupo no Facebook: um lugar aberto ao bate-papo, troca de informação, sugestões, enquetes e muito mais. Você também pode acompanhar nossas atualizações no Instagram e no Tiktok.