Ele criou uma página despretensiosa, na intenção de publicar memes. Pouco tempo depois, fez as malas, se mudou para Portugal e, quando já estava no país europeu, viu seu perfil bombar, a ponto de ganhar o dobro de dinheiro somente com a página. Devido ao sucesso inesperado, o sul-mato-grossense já está agilizando sua volta para Ribas do Rio Pardo para cuidar de perto de sua “galinha dos ovos de ouro”.

Foi durante uma roda de amigos que Charlin Castro, de 31 anos, decidiu criar o já conhecido perfil “Ribas Ordinário” no Instagram. Inspirada na página “Recife Ordinário”, a “Ribas Ordinário”, segundo ele, nasceu com o intuito de “mostrar as coisas zoadas da cidade”. O que ninguém esperava é que o espaço para memes se tornaria um porta-voz da comunidade rio-pardense.

Charlin abriu a conta em outubro de 2022. Na época, ele trabalhava em uma agência de viagens em Ribas do Rio Pardo, lugar onde nasceu e cresceu. A vida foi seguindo e o rapaz continuou alimentando a página normalmente, até que uma oportunidade de se mudar para Portugal apareceu.

Recalculando a rota

Em fevereiro deste ano, apenas quatro meses após criar a “Ribas Ordinário” e com um alcance ainda modesto, Charlin fez as malas, deixou para Mato Grosso do Sul e imigrou para o país europeu. Lá, se instalou e arrumou trabalho em um hotel. Só que, após a mudança de continente, o rio-pardense viu sua despretensiosa página explodir em MS e, por isso, precisou recalcular a rota. E os planos também.

“Não esperava que fosse tomar essa proporção que tomou. A gente começou a receber solicitações da comunidade, a página passou a ser um instrumento para que as pessoas pudessem ter voz na cidade. Eu jamais imaginava que algo que nasceu em uma roda de amigos, para postar coisas zoadas, iria desempenhar esse papel”, comenta Charlin em conversa com o Jornal Midiamax.

Em poucos meses, a “Ribas Ordinário” está prestes a alcançar a marca de 20 mil seguidores e virou referência estadual quando o assunto é a cidade. De Portugal, o sul-mato-grossense é, talvez, a pessoa mais bem informada de Ribas do Rio Pardo. De lá da Europa, o rapaz cuida da página e concilia o trabalho online com o serviço no hotel do qual é empregado.

“Hoje, nos tornamos uma empresa. A gente teve que se regularizar e fizemos tudo certinho. Depois, também criamos o site pra quem gosta de ler a informação completa. Também temos uma funcionária, que trabalha em Ribas. E isso porque, quando criei, o objetivo era só postar memes, fotos antigas da cidade, ajudar as pessoas a encontrarem parentes…”, relata o rio-pardense.

“Galinha dos ovos de ouro”

Por meio da página, ele ajuda a resolver os problemas dos moradores de Ribas do Rio Pardo diretamente de Portugal, fazendo ligações, cobrando autoridades e órgãos competentes, para que algumas situações caóticas enfrentadas pelos rio-pardenses sejam solucionadas.

Esse trabalho fez a diferença para quem é de lá e a disposição para agir em prol das pessoas trouxe resultados. O fato da população ter visto na “Ribas Ordinário” uma ferramenta de denúncias e da propagação de informações úteis alavancou os acessos e refletiu nos ganhos de Charlin, que começou a receber propostas de parcerias.

“Eu ganho com o Ribas Ordinário o dobro do que eu ganho na Europa. Por isso, eu vou voltar pra cidade, porque estou ganhando tudo isso estando longe, imagina estando lá, de perto”, diz ele ao MidiaMAIS.

Além da página no Instagram, Charlin também mantém quatro grupos no WhatsApp, com mais de 4 mil pessoas participando, enviando informações em tempo real. Desses espaços, ele tira muita coisa para alimentar o perfil oficial.

@charlin.viagens

Alegria do Sul-mato-grossense tomando um Tereré na Europa 😂😍🇵🇹

♬ som original – Charlin Castro

Sem arrependimento e destino traçado

E, precisando administrar essa rotina com o trabalho no hotel português, ele diz que não se arrepende de ter ido para a Europa. “É uma experiência diferente, e eu também não tinha como imaginar a proporção que a página ia tomar”, afirma.

A viagem de volta para Ribas do Rio Pardo, até o momento, está prevista para dezembro. Além disso, o rio-pardense, que já tem formação de curso técnico em turismo, pretende cursar jornalismo ou publicidade e propaganda quando retornar ao Brasil para cuidar de sua “galinha dos ovos de ouro”.

ribas ordinário  galinha dos ovos de ouro
Grupos no WhatsApp – (Foto: Arquivo Pessoal)
@charlin.viagens

Como é a vida do imigrante que realmente trabalha aqui na Europa 😂🇵🇹🇧🇷 @brazukas.pt #Portugal #BrasileirosPortugal #ImigranteBrasileiro #BrasileirosEuropa

♬ som original – Charlin Castro

Fale com o WhatsApp do MidiaMAIS!

Tem algo legal para compartilhar com a gente? Fale direto com os jornalistas do MidiaMAIS através do WhatsApp.

Mergulhe no universo do entretenimento e da cultura participando do nosso grupo no Facebook: um lugar aberto ao bate-papo, troca de informação, sugestões, enquetes e muito mais. Você também pode acompanhar nossas atualizações no Instagram e no Tiktok.