Música tema de abertura do remake de Pantanal já está definida, mas cantor ainda não foi escolhido

Fãs da obra sempre exigiram que a música original fosse mantida na abertura do remake
| 04/02/2022
- 12:47
Logotipos de "Pantanal" na versão original
Logotipos de "Pantanal" na versão original, na reprise do SBT, e a prévia da nova marca feita pela Globo. - (Fotos: Reprodução)

O mistério envolvendo a música de abertura do remake da novela "Pantanal" parece ter chegado ao fim. Em conversa com a coluna de Marcelle Carvalho, do UOL, o produtor musical da regravação do folhetim acabou com o suspense e revelou que o tema original será mantido para a vinheta. No entanto, a trilha sofrerá modificações e ganhará uma nova voz.

"Pantanal [nome da canção] vai estar no remake. A música tem uma identidade muito grande com o folhetim, é uma coisa muito orgânica. Assim como a história é a mesma, porém, está sendo adaptada para os tempos atuais, a abertura também terá um arranjo novo. E será cantada por outra pessoa, que ainda está sendo escolhida", revelou Rodolpho Rebuzzi.

Na versão original, toda a trilha original de "Pantanal" foi criada e composta pelo músico Marcus Viana [vídeo acima]. Rebuzzi, o novo produtor musical da trama, conta que as faixas para o remake ainda não estão 100% definidas, mas afirma que "Pantanal" não será a única música da primeira versão a estar na regravação.

"A gente tem algumas. Tem muita música tocada no original pelos próprios atores, como (o ator volta no remake), que será apresentada nesta versão. Várias canções refeitas, nas rodas de viola, com outros atores, como Guito (ele faz o personagem que foi de Sérgio Reis). Vai ter sempre novidade legal", adianta o produtor.

De forte apelo nostálgico, a trilha sonora original da novela "Pantanal" é um marco na memória afetiva de muitos, e, talvez, a principal marca da obra. Uma das maiores preocupações dos fãs era justamente se a canção de abertura seria mantida ou não existiria no remake. Quase em sua totalidade, os entusiastas exigem a permanência do tema, que agora, oficialmente, está mantido — embora com uma nova roupagem.

"Marcus acertou muito. Ele foi visceral e conseguiu fazer uma trilha memorável. Sou fã dele. Não é uma questão de tentar, não dá para superar um lance que ele acertou tanto. A gente vai fazer outra coisa, buscando uma linguagem diferente da do Marcus. Porque aquela ali ele já mostrou o que era", declarou Rodolpho à coluna de Marcelle.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Marcus Viana (@marcusvianaoficial)

Para o produtor, além das músicas feitas por Viana na primeira versão, o próprio compositor também poderá estar no remake da novela. "Vai ser bem diferente do que ele fez, mas ao mesmo tempo terá aquela mesma aura que ele impôs ali e que ficou muito bonito", avisa, sobre a nova trilha. "A gente tem a ideia de chamá-lo para fazer mais coisas. Vou entrar em contato com ele e talvez tenha mais novidade com a sua participação, se Deus quiser", afirma Rebuzzi.

"Marcus é um cara que merece todas as homenagens. Eu ainda era novinho, assisti à novela todinha e ficou muito na minha cabeça as músicas que ele cantou. Além da abertura, tem "Amor Selvagem" (tema de Juma e Jove), músicas lindas. É uma honra sucedê-lo. Sempre muito fã dele", finaliza o produtor.

Marcus Viana também é famoso pelo mesmo trabalho de composição quase absoluta de trilhas emblemáticas como as das "O Clone" e "A História de Ana Raio e Zé Trovão". O músico foi o responsável por várias canções e trilhas instrumentais dessas obras. O tema de Jade e Lucas em "O Clone", "A Miragem", é uma criação dele, e é o próprio artista quem canta sua letra.

Veja também

O Midiamais conversou com colunista da Folha de S. Paulo que explicou o motivo da rua Tia Eva estar entre mais bonitas e pretas do Brasil

Últimas notícias