Para sair do comum, 'Josué e os Operários’ faz releitura do brega e sertanejo na Capital

Projeto musical trabalha com novas versões dos estilos, mas na pegada de indie e rock
| 27/01/2022
- 19:15
Banda ‘Josué e os Operários’
Banda ‘Josué e os Operários’ - (Foto: Reprodução/Instagram)

Há três anos atuante em Campo Grande, a banda ‘Josué e os Operários’ é formada por quatro amigos que tocam várias vertentes do . Com novo projeto de carreira, o grupo aposta em novo trabalho com releituras de clássicos do brega e sertanejo.

Ao Jornal Midiamax, o guitarrista Renan Benitez Alvez disse que as novas canções são “versões com a nossa cara”. Agora, artistas trabalham nos arranjos das canções para fazer o lançamento oficial. Até o momento, a música ‘Nova York’, de Chrystian e Ralf, está pronta.

“Nós tentamos incorporar o som de bandas indies e do pós punk nesses clássicos do sertanejo”, comentou o guitarrista. ‘Josué e os Operários’ também está na produção de uma versão indie da Vida Cigana, do Raça Negra, que é uma música do Jerry Espíndola.

“É uma forma de homenagear os compositores daqui do Estado”. Com o projeto em andamento, a intenção é tocar nos bares de rock da cidade. Apesar da pandemia ter atrasado os planos, os músicos afirmam que se preparam para o retorno.

“Estamos montando um repertório e, assim que estivermos bem ensaiados, já queremos tocar”, confirma Renan.

À Deriva

No fim de dezembro de 2021, a banda também lançou o primeiro single nas plataformas digitais. A música é intitulada À Deriva. Confira:

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Josué e os Operários (@josue_e_os_operarios)

 

Veja também

Além de ser muito prática de fazer, essa fica pronta em 50 minutos

Últimas notícias