'Não é apenas modelar': Carol explica como faz 'você em miniatura' em Campo Grande

Artesã ensina a fazer biscuit humanizado e a modelar a essência da pessoa retratada
| 09/02/2022
- 13:39
Trabalho de Carol hoje forma mulheres e artesãs poderosas
Trabalho de Carol hoje forma mulheres e artesãs poderosas, reconhecidas, que geram renda com o biscuit em casa - (Fotos: Arquivo Pessoal)

Talento, dedicação e técnica: tudo isso aliado ao amor pela humanização de esculturas resulta no sucesso da artesã Caroline Turquiai, de Campo Grande. Carol faz incríveis modelagens de biscuit e transforma qualquer um em miniatura. Seus conhecimentos para fazer a massa ganhar vida, forma e expressões de alguém são compartilhados com muito carinho e vontade de ensinar.

Ao Jornal Midiamax, a artesã revela do que precisa para fazer os "bonecos". "A moldagem é toda feita a mão, criada parte por parte, sem moldes, tudo no olho mesmo, mas é necessário técnica, por isso criei meu método. Não é apenas modelar, é entender por onde começar, como ir conduzindo a modelagem, até que de massa sem forma nascem as peças", conta Carol.

"Para modelar eu preciso de fotos de frente, perfil e corpo todo: as famosas referências para ver os detalhes da pessoa a ser modelada! E pronto, converso com o cliente, monto o projeto e começo a criação", explica.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Caroline Turquiai Ateliê (@carolineturquiai.atelie)

As peças são delicadas e muito fiéis aos materiais que ela recebe para se inspirar. "Representar pessoas e pets e eternizar momentos em peças modeladas a mão em biscuit é algo muito satisfatório! Eu desenvolvi essa técnica trazendo conhecimento fora do mundo do biscuit para o biscuit. Vou te explicar: O que se aprende com o biscuit por aí é muito comum e não nos dá retorno financeiro e reconhecimento, eu pesquisei no começo da minha profissão como artesã, cursos que me ajudassem a fazer as peças personalizadas em biscuit e não encontrei", inicia.

"É como se fosse um GPS, se você está em uma cidade desconhecida e precisa achar um endereço, com um GPS é muito mais fácil. Assim é a minha técnica, um GPS para qualquer iniciante transformar sua vida", comenta. Cada expressão, a essência das pessoas representadas nos bonecos... tudo é captado pela sensibilidade da artesã, que é formada em Direito, mas não quis exercer a profissão. Ela recorda como iniciou sua trajetória fazendo arte.

"Estava desempregada e sem muitas esperanças em casa, dependia do esposo e da minha família, que sempre me apoiaram e me deram muito amor e ajuda, mas eu queria algo diferente que me permitisse ganhar dinheiro em casa, queria a minha independência. Comecei a pesquisar na e vi o biscuit, e pensei: 'por que não?'", relembra Carol.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Caroline Turquiai Ateliê (@carolineturquiai.atelie)

Ela não tinha técnica nenhuma e nenhum método. "Sofri muito no começo, porque a forma que é mostrada e ensinada por aí não dá dinheiro. Na época, fazia faxina para ajudar a complementar a renda porque só o biscuit não sustentava. Por diversos motivos, quase parei. Me frustrei muito no começo, mas eu tomei uma decisão: eu me especializei em áreas fora da modelagem do biscuit e criei um método de modelagem personalizado e de venda. A partir desse momento, eu comecei a viver de fato do meu artesanato", narra, sobre sua trajetória.

Hoje, Caroline tira toda sua renda desse trabalho. "Com os meus resultados as pessoas começaram a me procurar para ensinar isso a elas, e foi aí que comecei a dar aula, a ensinar mulheres comuns como eu, que estão muitas vezes sem motivação alguma a modelar e a vender o Biscuit, para gerar renda e ter independência financeira. E isso é o que faz meu coração bater muito mais forte e me faz muito feliz", se orgulha.

Sobre fazer miniaturas de gente: "É um desafio maravilhoso, porque eu busco muito a essência da pessoa, não é apenas modelar alguém, é modelar a essência, o que aquela pessoa representa, quem é ela, do que ela gosta. Por isso, sempre que aceito um pedido eu gosto de fazer amizade com o cliente, de entender o projeto e fazer ele se sentir parte disso, é simplesmente maravilhoso! É conectar-se com pessoas, histórias, lembranças... é uma forma de transmitir amor pelas mãos", reflete Carol.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Caroline Turquiai Ateliê (@carolineturquiai.atelie)

Atualmente, ela foca mais em ensinar e transformar a vida das alunas. "Mas ainda pego alguns pedidos de encomendas, porque é muito gratificante participar desses momentos. Quando os clientes recebem as miniaturas, ficam muito felizes. Normalmente, escolhem para presentear pessoas queridas, eternizar alguém que já se foi, ou até mesmo seus pets, que são como filhos. Fazer parte desse momento é muito especial, e eles gostam muito! É muito legal saber que você é tão especial a ponto de receber um presente tão personalizado e único assim né?!", pontua ela.

A renda, que vem exclusivamente do biscuit, também contagiou seu esposo. "Meu marido deixou um serviço público para ser sócio no ateliê! Hoje trabalhamos juntos e vivemos do artesanato em biscuit", conta. "A minha maior satisfação é poder transformar a vida de mulheres que muitas vezes estavam tristes, com a autoestima baixa, sem condições de dar uma vida melhor para a família e hoje são artesãs de biscuit poderosas, reconhecidas, que geram renda em casa. É muito emocionante pra mim a transformação, é realizar sonhos, e eu sou grata a Deus e a todos da minha família que me apoiaram por poder estar hoje aqui fazendo o que mais amo: ensinando", conclui ela.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Caroline Turquiai Ateliê (@carolineturquiai.atelie)

Carol está disponível nas no @carolineturquiai.atelie.

Veja também

Confira o passo a passo de como fazer esse delicioso Bolo Pé de Moleque

Últimas notícias