MidiaMAIS

Na ponta dos pés, bailarinos dançam em semáforos para participar de competição em SC

Bailarinos precisam arrecadar R$ 50 mil para viagem e pedem ajuda da população de Campo Grande

Graziela Rezende e Nathália Rabelo Publicado em 08/01/2022, às 06h00

Bailarinas fazem verdadeiros espetáculos nas ruas de Campo Grande
Bailarinas fazem verdadeiros espetáculos nas ruas de Campo Grande - (Redes sociais/reprodução)

Assim, como quem não quer nada, a professora de ballet clássico Yasmim Salame, de 23 anos, mandou o vídeo dos seus alunos para um festival em Florianópolis (SC). Foram ao todo seis coreografias enviadas para o Prêmio Desterro. O que ela não esperava, porém, é que quase todas as coreografias inscritas no festival fossem selecionadas. Agora, que já foram aprovados, 23 bailarinos levam o ballet às ruas de Campo Grande com o sonho de arrecadação de fundos para o custeio da viagem.

Segundo os integrantes dos grupos Adágio e Maktub, do Espaço de Dança Suzana Leite, é uma "corrida contra o tempo" para arrecadar um valor, em média, de R$ 50 mil reais, para bancar o transporte, hospedagem, alimentação e demais custos dos bailarinos e de mais sete pessoas, entre professores e mães dos alunos.

Segundo a professora e coordenadora Yasmim Salame, o grupo não tem apoio e está agindo por conta própria. “A gente não tinha nenhuma perspectiva, mas acabamos passando no início de dezembro. Foi tudo bem corrido, não temos nenhum apoio de Fundação nem nada. Estamos correndo atrás da ajuda da população, é uma viagem cara, em torno de R$ 50 mil”, afirmou Yasmin.

Assim, dos palcos às ruas de Campo Grande, os grupos levam ballet clássico, neoclássico e jazz para sensibilizar a população sobre a importância do apoio à classe artística. Veja:

As apresentações nos faróis acontecem nos finais de tarde e têm surpreendido quem passa. No sábado (8), os bailarinos estarão na Praça Ary Coelho das 8h30 às 13h30 para um bazar. A apresentação acontece no semáforo da Mato Grosso com a 14 de Julho na hora do almoço e no período da tarde na Afonso Pena com a Padre João Crippa.

No domingo (9), os grupos estarão presentes nos altos da Avenida Afonso Pena. Em todas as apresentações, os bailarinos estarão aceitando doações de recursos para custear a viagem e, assim, conseguir representar Mato Grosso do Sul na premiação nacional.

Outras formas de ajudar

Na próxima sexta-feira, 14 de janeiro, os grupos farão uma pastelada com show de prêmios no CTG Farroupilha, a partir das 19h. A entrada é gratuita e os familiares dos grupos estão encarregados de fritar, atender ao público e comandar os sorteios, tudo em nome do sonho dos bailarinos e bailarinas, que desejam concorrer em quatro categorias do prêmio. Além disso, uma das bailarinas que vai concorrer na categoria Grand Prix, encarregada de apontar o melhor da modalidade.

Quem quiser, também pode enviar o valor da doação por Pix no seguinte email: balletdombosco@gmail.com

Jornal Midiamax