MidiaMAIS

Famoso artista de MS, Cleir faz sucesso no Paraná com esculturas que exaltam a fauna

Artista sul-mato-grossense entregou as primeiras obras de pássaros nativos de Arapongas

Nathália Rabelo Publicado em 04/01/2022, às 16h19

Escultura de araras de Cleir
Escultura de araras de Cleir - (Foto: Divulgação)

O famoso artista plástico e escultor Cleir tem trabalhos memoráveis em Mato Grosso do Sul. Conhecido por seus retratos com temas regionais e ecológicos, em especial da cultura do Pantanal e Cerrado, o sul-mato-grossense está fazendo sucesso na cidade de ‘Arapongas’, no Paraná. Há seis meses no município, o artista foi convidado para esculpir aves típicas da região para enfeitar as ruas da cidade.

O trabalho começou em junho de 2021 e aguçou a curiosidade de moradores e turistas que passam pelo local. Assim, Cleir surpreendeu ao apresentar as primeiras das 13 obras de pássaros nativos que logo farão parte da rotina de ‘Arapongas’. Até o momento, cinco esculturas já estão e abrigadas na região central da cidade.

O casal de arapongas, localizado no cruzamento da Avenida Arapongas e rua Rouxinol; as duas araras vermelhas, na Praça Mauá e a araponga, entre a rua Tangará e a Avenida Arapongas, foram entregues antes do Natal. Não é à toa que o município é conhecido como ‘Cidade dos Pássaros’.

 “Fiz questão de entregar as esculturas da região central antes do fim do ano e para isso, trabalhei muito, em ritmo acelerado. Foi meu grande agradecimento a esta cidade que tem sido meu lar nos últimos meses. Estou muito feliz com a repercussão, o carinho das pessoas que sempre trazem palavras de apoio, fazem fotos e demonstram gostar do resultado”, contou Cleir.

Com influência hiper-realista, Cleir afirma que estuda minuciosamente o comportamento das aves para que a obra seja a mais próxima da realidade possível. As araras de asas abertas, por exemplo, simulam o voo da ave. Já o casal de arapongas atrai olhares por um ser exposto de bico aberto e outro fechado.

Além disso, cada um traz nuances de cores diferentes, diferenciando o macho da fêmea. “O que está com o bico aberto é o macho, cantando para a fêmea. As cores e a diferença de tamanho também foram estudadas para se assemelhar ao animal na natureza”, revela o artista.

Casal de arapongas (Foto: Divulgação)

Aline Caroline de Lima da Silva mora em Arapongas há 37 anos. Ela acompanha o trabalho de Cleir desde a fase inicial do projeto e afirma estar encantada.

“Foi fantástico ver o ponto inicial e entender cada etapa até o final, desde desenhar o pássaro em tamanho real, soldar e esculpir. Cleir realiza um trabalho árduo e com muito gosto e o resultado é maravilhoso e está abrilhantando nosso município”, disse Aline.

Agora no início de 2022, o artista se prepara para entregar as oito obras restantes, sendo elas de flamingo, pavão, gaturamo, rouxinol, andorinha, gralha e mais. Para o prefeito de Arapongas, o trabalho de Cleir, além de embelezar a cidade, ajuda no fortalecimento da cultura e da história regional. “Tínhamos o projeto das esculturas há três anos e não encontrávamos um artista com a aptidão para executar. Trata-se de um trabalho muito difícil e o Cleir está fazendo com muito talento”, afirma Sérgio Onofre.

Sobre o artista 

Com quase 30 anos de carreira e obras em Mato Grosso do Sul (entre esculturas e painéis) em Campo Grande, Bonito, Corumbá, Dourados, Três Lagoas, Ponta Porã, Rio Verde de Mato Grosso, Bodoquena, Aquidauana, Ladário e Bataguassu, Cleir ama abordar a fauna regional.

No Estado, destacam-se obras como: Monumento Pantanal Sul (Tuiuiús do Aeroporto), em Campo Grande; Monumento do Sobá, em Campo Grande; Praça das Araras, também na Capital; Deusa da Justiça, em Campo Grande; Monumento Vale das Águas, em Bodoquena; Garça Branca, em Rio Verde; Índia Terena, em Aquidauana; Escultura Dourado, em Ladário; Monumento Tucunarés, em Bataguassu; Monumento das Piraputangas, em Bonito; Museu de Bataguassu; painéis da Arara Vermelha e Papagaio Verdadeiro, localizados há mais de 20 anos no Edifício 26 de Agosto, em Campo Grande e restaurados em 2019 pelo artista; Projeto Capivara Urbana, entre várias obras particulares, painéis e esculturas.

Arapongas será o município com o maior número de obras do artista em sua carreira, totalizando 13 em um único município.  

Jornal Midiamax