Corumbá está de luto nesta quarta-feira (16). Morreu nesta manhã a artista Izulina Xavier, aos 97 anos, em decorrência de uma pneumonia. O velório deve começar às 16h, na casa da artista, considerada um museu a céu aberto.

Segundo informações do Diário Corumbaense, a família avisou sobre a morte e os detalhes do velório. A prefeitura de Corumbá decretou luto oficial de três dias pelo falecimento da artista.

Mãe de quatro filhos, sendo um já falecido, Izulina nasceu no Piauí. Sua mudança para Corumbá aconteceu durante a guerra com o Paraguai, quando seu marido veio trabalhar na fábrica de armamento.

Além de escultora e pintora, Izulina também foi autora de músicas e de vários livros de romance, poesia e história infantil.

Em 2013, o jornal de Corumbá produziu com a artista um dos episódios da série “A História da Nossa Gente”, onde ela conta sua trajetória de vida e a relação com a cidade que a acolheu e a referenciou como ícone cultural.

Relação de obras literárias publicadas:

  • Romances
  • 10 Anos de Emoções (1971)
  • Um Rapto na Madrugada (1975)
  • Uma Mulher Antes e Depois da Operação Plástica (1978)
  • Um grito no Pantanal (1985)
  • Meu Pequeno Mundo (1988)
  • Amor de Fronteira (1994)
  • História de Cordéis
  • A Nudez de Anita (1984)
  • O Vaqueiro (1986)
  • Maria Pernas Finas e Desdentada (1986)
  • Adeus (1986)
  • Meu Santinho de Lata (1987)
  • Contos infantis
  • Contos da Vovó (1989)
  • Peças teatrais
  • Amor de Fronteira
  • Delinquente

Relação de Esculturas em Concreto:

  • Corumbá
  • Monumento às três Forças Armadas (Jardim da Independência)
  • Cristo Redentor (entrada do bairro Cristo Redentor)
  • São Francisco (praça Salim Chamma)
  • Soldado desconhecido (quartel do 17º Batalhão de Fronteira)
  • Nossa Senhora da Candelária (em frente ao cemitério Nelson Chamma)
  • Cristo Rei do Pantanal (morro do Cruzeiro)
  • Via Sacra, com 72 estátuas (subida do morro do Cruzeiro)
  • Nossa Senhora do Pantanal (igreja São Vicente)
  • Monumento ao Lions Clube Corumbá Pantanal (rodovia Ramão Gomes)
  • Nossa Senhora do Carmo (Forte Coimbra)
  • Águia (no topo da Casa Vasquez, ladeira José Bonifácio)
  • Painéis sobre História de Corumbá – (terreno da residência da artista)
  • Dom Bosco (em frente à paróquia de São João Bosco)
  • Ladário
  • Busto de Miguel Couto (praça 14 de Março)
  • Irmã Regula (praça Matriz)
  • Painel do Porto de Corumbá (6º Distrito Naval)
  • Puerto Suarez (Bolívia)
  • São Francisco
  • Madonna
  • Soldado Desconhecido
  • São Miguel
  • Anjo
  • Puerto Quijarro (Bolívia)
  • São Francisco
  • Cristo
  • Virgem Maria
  • Sagrado Coração de Jesus

Igrejas construídas:

  • Nossa Senhora do Carmo (bairro Aeroporto)
  • Da comunidade do Urucum (zona rural de Corumbá, próximo à rodovia BR-262)