7º Prêmio de Literatura da Amazon está com inscrições abertas

Vencedor terá livro publicado e receberá R$50 mil em dinheiro
| 18/07/2022
- 15:29
7º Prêmio de Literatura da Amazon está com inscrições abertas

A Amazon, detentora da marca Kindle, abriu para a 7º do Prêmio Kindle de Literatura. Até 28 de agosto os escritores independentes podem se inscrever para participar da competição. Os livros digitais (e-books) devem ser publicados no Kindle Direct Publishing (KDP), a ferramenta de autopublicação da Amazon.

O vencedor receberá R$50 mil em dinheiro, sendo R$40 mil pagos pela Amazon e R$10 mil pela Editora Record, parceira do prêmio nesta edição e responsável pela publicação e distribuição impressa do livro vencedor. Já todos os finalistas terão ainda suas obras adaptadas para audiobook com a Audible, uma plataforma também da Amazon, e disponibilizadas no Kindle.

O projeto é um incentivo à literatura nacional, que ganhou novo fôlego graças às ferramentas de autopublicação. Ao publicar um livro no Kindle Direct Publishing, o autor, independentemente de ganhar ou não o prêmio, abre um novo leque de oportunidades, ficando mais próximo de leitores em potencial, que podem ter fácil acesso aos seus livros por meio do leitor Kindle ou dos aplicativos disponíveis para computadores e aparelhos móveis.

Regras 

A premiação aceita apenas romances inéditos publicados na plataforma KDP. Ao cadastrar o livro nela, os autores devem incluir #PrêmioKindle nas palavras-chave durante a publicação – há um campo específico para isso no site. É importante que a obra seja um romance de ficção, categoria que a Amazon engloba as narrativas ficcionais longas, que podem ser ficção científica, suspense, romance histórico, dramas, entre outras.

O Prêmio Kindle recebe inscrições de qualquer pessoa física maior de 18 anos ou menores de idade desde que representados pelo seu responsável legal. Para obter todas as informações sobre os pré-requisitos, basta acessar o edital disponível no site oficial da premiação.

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

Veja também

Everton chegou a pedir ajuda para custear as despesas funerárias, e agora precisa de ajuda para se manter com as filhas, além de dar a notícia da morte para a mais velha

Últimas notícias