MidiaMAIS

Verão em Campo Grande: Confira dicas para não danificar os cabelos no sol quente

A cada estação, cada temperatura, o tipo de cabelo pode sofrer danos quando expostos tanto ao frio como o calor. Durante o verão em Campo Grande, as temperaturas podem atingir até 37°C e com sol brilhando forte. Cabeleireiros e especialistas dão dicas básicas de cuidados com os fios nessa época. Segundo o cabeleireira Immanuelle Abrahão, […]

Karina Campos Publicado em 21/02/2021, às 08h00

(Foto: Ilustrativa/Boa Forma)
(Foto: Ilustrativa/Boa Forma) - (Foto: Ilustrativa/Boa Forma)

A cada estação, cada temperatura, o tipo de cabelo pode sofrer danos quando expostos tanto ao frio como o calor. Durante o verão em Campo Grande, as temperaturas podem atingir até 37°C e com sol brilhando forte. Cabeleireiros e especialistas dão dicas básicas de cuidados com os fios nessa época.

Segundo o cabeleireira Immanuelle Abrahão, dicas que minimizam o impacto dos raios UVA são o uso de bonés e chapéus; após o banho de mar ou piscina, enxague bem os fios com água doce corrente e borrife um pouco de água termal ou água de coco no cabelo, reaplicando o protetor capilar em seguida; e para desembaraçar os fios molhados, utilize pentes de madeira com dentes largos de preferência e comece sempre pelas pontas. Evite pentes finos e escovas!

“A utilização de protetores específicos para os cabelos são essenciais na função de proteger contra o sol e outros agentes. Além de hidratar, formam uma película resistente ao longo do fio. Mesmo quem terá contato com água do mar, rio ou piscina, deve fazer uso deles, por conta da temperatura alta e índice de radiação solar do verão”, explica.

Prender os fios ainda molhados favorece a quebra dos fios e a proliferação de fungos no couro cabeludo. Usar máscaras hidratantes com óleos nutritivos e condicionadores leave-in, específicos para cada tipo de cabelo, com uma frequência ajuda a manter os fios saudáveis.

“Cabelos loiros e descoloridos merecem cuidado redobrado e produtos específicos, pois são mais porosos e estão mais suscetíveis aos danos, podendo desbotar e mudar de cor. O mesmo vale para cabelos com química: portanto, evite tratamentos químicos de cabelo no verão. Outra dica é evitar o uso de secador quente ou chapinha/babyliss, que podem agredir e ressecar ainda mais os fios. O ideal é deixá-los secar naturalmente ou com a ajuda do ar frio”, disse.

O cabeleireiro Kaká Martins ressalta que as altas temperaturas são responsáveis por degradar a estrutura dos nossos fios, deixando-os ressecados e quebradiço. A água de piscina e mar também podem intensificar os danos no verão.
“O contato com estas águas intensifica a perda de água benéfica para os fios, que é a responsável pela sua elasticidade. Além disso, há também a quebra das proteínas dos cabelos, deixando-os porosos, quebradiços e com pontas duplas. Então muita hidratação hídrica e lipídica para repor água e proteínas muita hidratação”, conta.

Ele indica que antes da exposição ao sol e águas, o ideal é nutrir bem os fios com máscaras específicas para cada tipo de cabelo. “Na lavagem dos fios, use sempre água fria ou morna, pois a água quente pode descamar o couro cabeludo, sensibilizar e aumentar a oleosidade e até estimular o aparecimento da caspa”, finaliza.

Jornal Midiamax