MidiaMAIS

Quem viu? Pôr do sol de Campo Grande enche os olhos e povo corre para postar na internet

"Depois da tempestade, vem a calmaria": moradores relacionaram ditado popular com temporal e pôr do sol na Capital

João Ramos Publicado em 25/10/2021, às 12h10

Vista pôde ser apreciada até entre árvores e cabos de energia elétrica
Vista pôde ser apreciada até entre árvores e cabos de energia elétrica - (Foto: Leitor Midiamax)

Depois da tempestade que registrou quase 1 milhão de raios em Mato Grosso do Sul na madrugada de sábado (23) para domingo (24), a Capital Campo Grande foi agraciada com a beleza de um entardecer de encher os olhos.

Quem olhou pela janela no início da noite deste domingo (24), por volta das 17h50, horário de MS, foi contemplado com uma paisagem exuberante e fluorescente da cor laranjada, proporcionada pelo pôr do sol na Capital.

Encantados com a vista, campo-grandenses correram para as redes sociais publicar seu registro do momento. Houve até "briga" pra ver quem postava primeiro ou a foto mais bonita.

Página de humor regional, a "Passeando em Campo Grande" repostou algumas imagens compartilhadas pelos moradores. Uma mais linda que a outra. Confira:

Imagens enviadas por campo-grandenses captaram a beleza do entardecer na Capital (Fotos: Reprodução, Instagram)
Imagens enviadas por campo-grandenses captaram a beleza do entardecer na Capital (Fotos: Reprodução, Instagram)

Até quem estava dentro de casa conseguiu ver, sem empecilhos, a cor brilhante no horizonte. Teve quem relacionasse o ditado popular "depois da tempestade, vem a calmaria" com a "tela" pintada pela natureza.

Em casa baixas, sem a altura dos prédios, também foi possível contemplar a beleza (Fotos: Reprodução, Instagram)
Em casas baixas, sem a altura dos prédios, também foi possível contemplar a beleza (Fotos: Reprodução, Instagram)

Tempestade

Conforme a Energisa, Mato Grosso do Sul teve mais de 950 mil raios durante o temporal na madrugada deste domingo (24). De acordo com a concessionária, municípios da região sul do Estado, mais atingidos pela tempestade, são focos de uma força-tarefa para o restabelecimento da energia.

Só em Campo Grande, quase 5 mil raios foram contabilizados pela Estação Meteorológica da Uniderp durante a tempestade que atingiu a Capital na madrugada de sábado para domingo. Ao todo, a estação registrou aproximadamente 4.781 descargas elétricas, segundo o meteorologista Natálio Abrahão.

Além disso, a tempestade veio acompanhada de rajadas de vento que atingiram 65 km/h, causando rastro de destruição em várias regiões da cidade: diversas ruas ficaram alagadas, principalmente bairros como Monte Castelo, Coophasul, Jardim Anache, Residencial Ramez Tebet, Vila Almeida, Jardim Campo Verde e Nova Lima.

Jornal Midiamax