MidiaMAIS

Projeto ‘Jornada em Mediação Artística’ abre inscrições gratuitas

O Projeto “Jornada em Mediação Artística: aproximações e travessias” abre inscrições para artistas, produtores, professores de 17 à 27/02

Carlos Yukio Publicado em 18/02/2021, às 08h30

None
Projeto Jornada em Mediação Artística abre inscrições gratuitas

A mediação artística constitui-se na criação de procedimentos epistemológicos artístico-pedagógicos que visam a aproximação entre artista e espectador. O Projeto “Jornada em Mediação Artística: aproximações e travessias” foi contemplado pela Lei Aldir Blanc, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo e Prefeitura Municipal de Campo Grande. As inscrições estão abertas para artistas, produtores culturais, professores de 17 à 27 de fevereiro.

Idealizado pela artista, professora e pesquisadora Kelly Queiroz, o projeto consiste na realização de um curso que visa ensinar a condução de aulas, cursos e oficinas de mediação artística. Formando artistas, professores, estudantes de artes e produtores e capacitando-os para que estes sejam realizadores da mediação artística e que eles possam diminuir a distância existente entre público, artista e suas produções.

“Em 2014, quando conheci a Mediação Cultural eu disse que a Mediação deveria acontecer em toda a cidade. Meu sonho é que a cidade e o Estado estejam cheios de Arte-mediadores e Arte-mediadoras, mas pra quê Kelly? Para que todas as crianças e adolescentes tenham contato com as produções artísticas locais, que tenham contato com espetáculos de dança, espetáculos de teatro, para democratizar o acesso, para aproximar o público do artista e suas produções”, explica.

O curso está dividido em duas etapas, com a carga horária de 22 horas. Primeiramente, aulas teóricas onlines via Zoom, nos dias 08, 10 e 12 de março, das 19h às 21 horas, e posteriormente, a etapa prática nos dias 20 e 21 de março (mediação em dança), e nos dias 27 e 28 de março (mediação em teatro). Nesses dias os participantes do projeto irão vivenciar uma oficina de mediação e em seguida assistir espetáculos via vídeo. Diante da pandemia do novo coronavírus, nas aulas práticas haverá todas as medidas de biossegurança, obedecendo as recomendações da OMS (Organização Mundial da Saúde) como distanciamento social, utilização de máscaras e álcool em gel.

Sobre a artista

Em 2014 a artista-professora-pesquisadora Kelly Queiroz começou a trabalhar com a Mediação através do Festival do Teatro Brasileiro e ali percebeu a potência dessa ação. Realizou seu Trabalho de Conclusão de Curso sobre Mediação e, atualmente, pesquisa mais afundo a área em seu Mestrado.

A autora tem relatos de estudantes de escolas estaduais de Campo Grande e de outras cidades; de estudantes de escolas municipais; de artistas; de artistas de outros Estados que participaram já de duas edições de um minicurso de Mediação em Dança. Kelly começou realizando as propostas enquanto artista pela Cia Dançurbana, depois passou a realizar atividades independentes.

A inscrições são gratuitas e podem ser realizadas por este link. Mais informações pelo Instagram ou pelo telefone (67) 99260-8005.

Jornal Midiamax