MidiaMAIS

Nutricionista que vende pães nas ruas para sobreviver faz vaquinha para realizar sonho de abrir padaria

A meta é alcançar 50 mil de quaisquer valores para realizar o sonho e dar uma vida estável para a família usando o talento

Carlos Yukio Publicado em 11/05/2021, às 14h00

(Reprodução, Arquivo Pessoal)
(Reprodução, Arquivo Pessoal)

Todos os dias, o nutricionista Paulo Dias Bodim, 29 anos, acorda às 4h da manhã para preparar e vender seus pães caseiros em frente a uma igreja em Três Lagoas, interior de MS, para realizar o sonho de ter uma padaria. A meta é alcançar R$50 mil em doações para alugar um espaço e começar o trabalho de forma profissional.

Paulo deixou Bariri, em São Paulo, e veio para Mato Grosso do Sul à procura de emprego, mas não conseguiu nenhuma oportunidade. Desempregado, Paulo mora com a esposa e dois filhos pequenos, de 7 e 12 anos, em uma casa alugada.

Para sustentar a família e manter as contas em dia, o jovem nutricionista recém-formado pegou uma receita de pão que fazia em casa e há 3 meses passou a vender nas ruas e semáforos da cidade.

A ideia de mudar de vida surgiu através de uma desconhecida, que o incentivou a seguir o sonho ao visitar a obra onde trabalhava como servente de pedreiro. "Ela falou que era psicóloga formada mas estava fazendo pães para vender. Eu contei que era nutricionista e que não tinha conseguido emprego na área. Então ela disse ‘porque não faz uns pães para vender?’, porque era disso que ela estava sobrevivendo", contou Paulo em entrevista ao Jornal Midiamax.

Ele e a esposa usam dois fornos não profissionais, o que o faz acordar já na madrugada para começar os preparos. Além disso, Paulo faz suas vendas a pé carregando uma placa com os dizeres: "Quero montar minha padaria, tudo tem um começo". Hoje, eles vendem em média 25 pães por dia.

Todo o dinheiro arrecadado pela vaquinha online será usado para alugar um espaço por 1 ano e equipar sua mini padaria para vender bolos e pães. O nutricionista quer fazer do negócio um ambiente familiar. “Quero um lugar bem aconchegante, que as pessoas entrem e sintam-se felizes em lembrar do cheirinho de pão da casa da avó, dos pais”, ressalta.

Para ajudar, basta doar qualquer quantia na vaquinha online AQUI, ou contribuir com a compra de pães do Paulo presencialmente em Três Lagoas ou pelo telefone (14) 98119-9563.

Jornal Midiamax