MidiaMAIS

Mostra Cultural ‘Apollo Black’ abre inscrições para artistas LGBTQIA+

Atenção comunidade, entre os dias 20 de janeiro e 10 de fevereiro estão abertas as inscrições para apresentação de artistas na Mostra Cultural Apollo Black de Arte e Cultura LGBTQIA+ – On Line, evento virtual produzido pela Casa Satine. Serão selecionados 30 artistas LGBTQIA+ de Campo Grande, nas categorias performance Drag King, Drag Queen, Transformistas, dança, […]

Leandro Marques Publicado em 29/01/2021, às 13h13 - Atualizado às 16h45

Assassinado em 2019, o talento de Apollo Black inspira Mostra Cultural (foto: acervo pessoal)
Assassinado em 2019, o talento de Apollo Black inspira Mostra Cultural (foto: acervo pessoal) - Assassinado em 2019, o talento de Apollo Black inspira Mostra Cultural (foto: acervo pessoal)

Atenção comunidade, entre os dias 20 de janeiro e 10 de fevereiro estão abertas as inscrições para apresentação de artistas na Mostra Cultural Apollo Black de Arte e Cultura LGBTQIA+ – On Line, evento virtual produzido pela Casa Satine. Serão selecionados 30 artistas LGBTQIA+ de Campo Grande, nas categorias performance Drag King, Drag Queen, Transformistas, dança, teatro, música e circo, os artistas poderão fazer uma apresentação solo ou em grupo. Cada artista selecionado receberá R$ 500,00 de prêmio. Os artistas interessados podem se inscrever através do link: http://bit.ly/mostraapolloblack.

Em 2020 todos os eventos da Casa Satine tiveram que ser readaptados para o ambiente virtual, foram realizados o Sarau do Orgulho LGBTQIA+, o Sarau das Minas e o Satine em Casa, com entrevistas e palestras de profissionais de saúde, direito, jornalismo, entre outros.

Em 2021 a Mostra Apollo Black abre o calendário de eventos da entidade, ainda virtualmente, segundo a Coordenadora do Espaço Cultural, Karla Walesca  de Melo.

 “A nossa expectativa com a mostra é que possamos dar visibilidade a expressões artísticas que são específicas da comunidade LGBTQIA+, é importante que haja esse reconhecimento também por outras modalidades artísticas pra sociedade de um modo geral, somos plurais e isso será apresentado no palco da  Mostra Apollo Black”

A homenagem a Apollo Black

Inspirada na androginia e nas muitas drag queens da época, em 2008 Apollo Black surgiu como um sopro de liberdade e expressão artística de Eder Henrique Coenga. Apollo esteve presente na cena até que decidiu parar. Foi a chama drag atual que fez Eder decidir voltar em 2017. Seu talento a levou à vitória do Concurso Drag Star 2018, colocando-a no panteão de queens legendárias que venceram o concurso até lá. Já dividiu palco com vários artistas da cena drag nacional, sendo uma delas Ikaro Kadoshi. Também performou sua arte pelo estado, fez performances conjuntas com várias outras artistas drag e fixou seu nome na história da cidade.

Mostra Cultural 'Apollo Black' abre inscrições para artistas LGBTQIA+
Apollo Black em ação (foto: acervo pessoal)

A Drag sempre dizia que o artista deve se elevar além do seu limite e explorar todas as vertentes de sua persona, ele acreditava na arte de cada uma e se sentia feliz por fazer parte. Apollo Black foi assassinado na noite de 20 de dezembro de 2019 e até hoje o crime não foi elucidado. O nome da Mostra vem para homenagear esse grande artista e garantir que seu legado fique marcado na história.

Para Karla a escolha não poderia ter sido mais significativa, “Apollo foi um artista que representou com muita maestria a arte drag, ela tinha características únicas e suas apresentações eram sempre diferenciadas, com um estilo próprio de quem ela era e de como visualizava a sua arte. A mostra é uma linda homenagem pra artista que ela foi e tudo que representa no cenário artístico LGBTQIA+ e de maneira geral”.

A Mostra será realizada no dia 20 de março, com as apresentações ao vivo, em formato de live, a partir das 16h, no canal do youtube da Casa Satine, respeitando todos os protocolos de biossegurança, apenas os artistas e equipe técnica estarão no local da transmissão.

Jornal Midiamax