MidiaMAIS

Michel Teló é condenado a pagar R$ 130 mil ao ‘Tradição’, grupo que iniciou carreira em MS

Michel Teló foi condenado há quase dez anos a pagar indenização, mas o valor segue sem quitação. Entenda

Nathália Rabelo Publicado em 30/11/2021, às 14h45

Michel Teló foi acionado na Justiça do Mato Grosso do Sul por não pagar uma indenização
Michel Teló foi acionado na Justiça do Mato Grosso do Sul por não pagar uma indenização - Foto: Reprodução

Michel Teló foi acionado na Justiça do Mato Grosso do Sul por não pagar uma indenização da época do ‘Tradição’, grupo no qual ele começou a carreira em Campo Grande. Em um processo que corre há anos, o cantor foi condenado a pagar por alterações indevidas na letra da música "Pé de Cedro".

Segundo a colunista Fábia Oliveira, o valor, que estava em R$ 30 mil, agora já ultrapassa R$ 130 mil. A vitória de Hilger Coutinho da Silva e Ilda Alves da Silva aconteceu há quase dez anos, em 2012. O motivo da briga foi a alteração de um verso da canção, sem autorização, durante a gravação de um CD e DVD que ocorreu no ano de 2005, na Capital de MS, e na ocasião Michel ainda era o vocalista.

O grupo teria trocado o "no meu último repouso na cidade de Coxim", por uma menção à capital de Mato Grosso do Sul, "no meu último repouso na cidade de Campo Grande", desapontando os responsáveis pela obra.

Michel Teló segue como sócio do Tradição

Eles não conseguiram êxito na execução da sentença, e sem receber os valores, os advogados tentam com a nova ação a desconsideração da personalidade jurídica da empresa Tradição Representações Artísticas Ltda, ou seja, agora, querem buscar os bens dos sócios para receber o valor pendente. Fã de passeios com os filhos, Teló consta como sócio do Grupo Tradição.

"Processe-se o presente incidente de desconsideração da personalidade jurídica apresentado, em desfavor de Tradição Representações Artísticas Ltda", decidiu o juiz Bruno Palhano. O pedido feito à Justiça é para que seja efetuado o pagamento da dívida, e na recusa, seja realizada a penhora de bens em nome dos sócios.

Na ação, o advogado menciona o marido de Thais Fersoza, com quem o artista completou 7 anos de casado: "Seja a ação julgada procedente, desconsiderando a personalidade jurídica, intimando-se os sócios-proprietários da empresa [Tradição Representações Artísticas] na pessoa do senhor Michel Teló".

Mas como são vários sócios, há dificuldade para citar e intimar cada um deles. De acordo com o advogado Cleidomar Furtado Lima, o valor da dívida passa de R$ 133 mil.

Jornal Midiamax