MidiaMAIS

JA Brasil e Google abrem inscrições para curso gratuito de TI

O próximo passo para os selecionados é comprovar as informações prestadas na inscrição até o dia 27 de janeiro de 2021

Produção Publicado em 10/02/2021, às 14h07

None

A JA Brasil, em parceria com o Google.org e BID Lab, abriu as inscrições para o curso gratuito de Tecnologia da Informação (TI), o “TechJá”. São duas mil vagas destinadas a jovens com idade entre 18 e 29 anos e que já concluíram o ensino médio em instituição da rede pública de ensino. As inscrições vão até o dia 23 de fevereiro, no site http://jabrasil.org.br/ti.

Durante o curso, os alunos vão aprender habilidades técnicas e comportamentais necessárias para o mercado de trabalho. Entre as disciplinas, estão fundamentos de Suporte Técnico, Redes de Computadores, Sistemas Operacionais, Administração e Segurança em TI. Os estudantes também vão fazer atividades práticas para criação de currículo, Comunicação, Criatividade, Marketing Pessoal, Empreendedorismo, Finanças e Atendimento ao Cliente.

O curso é totalmente oferecido no formato a distância, sendo necessário que o aluno selecionado se dedique 4 horas por dia, 4 vezes por semana durante 20 semanas. A formação tem duração total de 300 horas e as aulas estão previstas de março até julho.

Para participar, os candidatos não podem estar trabalhando nem matriculados em curso de graduação, a fim de ter disponibilidade de tempo para as aulas. Ao concluir o curso, os estudantes ganham certificado profissional de Suporte em TI.

Processo seletivo

O primeiro passo é escolher a turma separada por cidade no site, e preencher o formulário de inscrição, seguido de um teste. Caso esteja dentro do perfil, os candidatos receberão um e-mail solicitando o envio da documentação necessária. Com a documentação aprovada, os estudantes terão uma semana de aulas experimentais em que serão avaliados quesitos como motivação, disciplina e afinidade com tecnologia. Só após a aprovação nesta última etapa é que o curso será iniciado. Aqueles que não forem selecionados podem voltar a se inscrever em uma próxima turma.

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

Jornal Midiamax