MidiaMAIS

Importante acervo de MS, biblioteca estadual reabre com mais de 43 mil livros

Agora, a Biblioteca Estadual Isaías Paim fica no térreo do Memorial da Cultura e Cidadania “Apolônio de Carvalho”, em Campo Grande

Nathália Rabelo Publicado em 04/09/2021, às 09h16

Biblioteca Estadual Dr. Isaías Paim já está recebendo o público
Biblioteca Estadual Dr. Isaías Paim já está recebendo o público - Foto: Fundação de Cultura de MS

Após mais de um ano fechada por causa da pandemia da Covid-19, a Biblioteca Estadual Dr. Isaías Paim reabriu ao público na última terça-feira (31) em um novo ambiente. Agora, o acervo fica localizado no andar térreo do Memorial da Cultura e Cidadania “Apolônio de Carvalho”, em Campo Grande, e não mais no 2º andar, como anteriormente.

De acordo com os responsáveis pelo espaço, a mudança foi tomada por questões de acessibilidade e biossegurança, a fim de evitar o uso de elevadores e formação de aglomeração.

A Biblioteca Estadual Dr. Isaías Paim possui de cerca de 43.580 exemplares, buscando sempre atualizar seu acervo com obras que atendam às necessidades dos leitores com o objetivo de fomentar o desenvolvimento social e cultural dos cidadãos.

Criada no dia 5 de dezembro de 1981, a biblioteca é uma unidade da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, que abriu o espaço quando o Dr. Isaías Paim forneceu ao Estado cerca de 5 mil livros. São mais de 3,8 mil pessoas cadastradas e cerca de 1,4 mil empréstimos anuais.

Acervo

Conforme as informações passadas ao Midiamax, o acervo da biblioteca divide-se em:

Acervo periódico: composto por aproximadamente 1000 periódicos.

Acervo geral: composto por aproximadamente 30 mil livros de todas as vertentes do conhecimento. Relacionado a ele estão os periódicos, o acervo de referência, constituído por dicionários, enciclopédias e edições do Diário Oficial de Mato Grosso do Sul de 1979 até o ano de 2011.

Acervo infanto-juvenil: o acervo infantil contém aproximadamente 3 mil livros. Ambiente acolhedor e harmonioso rico em obras literárias para crianças.

Acervo regional (MS/MT): contendo aproximadamente 4 mil livros, este acervo é considerado o mais completo em relação a livros regionais. Vendo a necessidade de universitários por uma bibliografia local, esta é uma biblioteca ideal para esses tipos de pesquisa.

No acervo regional, destacam-se obras literárias que contam os principais acontecimentos da história de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul:

  • Campo Grande – 100 Anos de Construção, de Francisco Antônio Maia de Cunha;
  • Mato Grosso do Sul – a construção de um Estado, de Marisa Bittar;
  • Pelas Ruas de Campo Grande, de Paulo Coelho Machado;
  • Gestes de Campo Grande, organizado por Loisa Mavignier;
  • Campo Grande – memória em palavras, de Maura Simões Correa Neder Buainain;
  • História de Campo Grande, de J. Barbosa Rodrigues.
Livros estão disponíveis na biblioteca estadual (Foto: FCMS)

Livros estão disponíveis na biblioteca estadual (Foto: FCMS)

Novas regras na pandemia

Por causa da pandemia, o espaço implementou os protocolos de biossegurança. Agora, é necessário fazer o agendamento para permanecer na biblioteca. Além disso, é permitida a permanência de apenas 15 pessoas por turno, que deverão respeitar o distanciamento social e evitar aglomerações. Não precisa fazer agendamento para retirar os livros.

O Espaço Infantil pode receber até seis crianças, de até 12 anos, por turno. Também é necessário agendamento. Este espaço é monitorado por uma arte educadora durante todo o período de funcionamento da biblioteca, que será das 8 às 17 horas.

Além disso, o uso de álcool em gel e máscara são obrigatórios. Mesmo com mudanças por causa do isolamento social, a reabertura da biblioteca empolgou os cidadãos. “Apesar da pandemia, as pessoas continuaram a estudar, a prestar concurso, e vem o Enem aí. E os livros são um alento para este momento difícil que estamos vivendo”, disse Eleuzina Crisanto de Lima, coordenadora do local.

Biblioteca Estadual Dr. Isaías Paim (Foto: FCMS)

Empréstimo e devolução

Antes de qualquer coisa, é necessário fazer o cadastro do usuário. Assim, a pessoa deve chegar ao local portando documento com foto e comprovante de residência. Com o cadastro finalizado, é possível fazer o empréstimo de até 3 livros por vez com prazo de devolução de 10 dias, podendo ser renovado pessoalmente ou por telefone.

Acessibilidade

A Biblioteca possui uma impressora em braile e outros equipamentos de acessibilidade (lupa para baixa visão e máquina Perkins), que podem ser utilizados por instituições ou por pessoas cegas. Para a utilização dos equipamentos e do Espaço Acessível, com livros em braille e audiolivros, também será necessário agendamento. Máximo de três pessoas por turno.

Serviço

A Biblioteca Pública Estadual Dr. Isaias Paim fica no andar térreo do Memorial da Cultura e da Cidadania “Apolônio de Carvalho”, na avenida Fernando Corrêa da Costa, 559, Centro. Telefones para agendamento: (67) 3316-9161 e (67) 3316-9177.

Biblioteca Estadual Dr. Isaías Paim (Foto: FCMS)

Jornal Midiamax