MidiaMAIS

Feira Central retorna em outubro com dois festivais para celebrar ‘recomeços’ em Campo Grande

A 13ª edição do Festival do Peixe e a 2ª Feira Cristã serão realizadas a partir de 17 de outubro; confira a programação

Nathália Rabelo e Ranziel Oliveira Publicado em 23/09/2021, às 17h25

Feira Central é um dos principais pontos turísticos de Campo Grande -
Feira Central é um dos principais pontos turísticos de Campo Grande - - Foto: Divulgação

A pandemia de Covid-19 não foi fácil para ninguém, especialmente para pessoas que atuam com área de cultura e turismo. Uma das instituições que sofreu com esse período turbulento foi a Feira Central, em Campo Grande, que ficou vários dias fechada por causa dos decretos. No entanto, o local anunciou hoje a retomada das atividades com dois festivais em outubro para celebrar os recomeços.

De acordo com a Alvira Appel, presidente das Afecetur (Associação da Feira Central, Cultural e Turística de Campo Grande), a feirona vai realizar a 13ª edição do Festival do Peixe e a 2ª Feira Cristã simultaneamente para oferecer uma programação completa às pessoas que visitam o local. Os eventos vão acontecer em outubro e marcam uma nova fase da retomada cultural na cidade.

“A gente tem muita esperança de dias melhores, esse é um recomeço. Estamos plenajenando uma estrutura nova e qualificação dos empresários para que ela [feira] seja realmente vista como turismo e cultura com um patamar de satisfação melhor”, afirma Alvira ao Jornal Midiamax.

[Colocar ALT]
Alvira Appel, presidente da Afecetur de Campo Grande 
(Foto: Ranziel Oliveira)

Questionada sobre como os piores momentos da pandemia afetaram na feirona, ela disse que passou situações bem complicadas já que era a fonte econômica de várias pessoas.

“Angustia! Era base de sustentação das famílias, mas sabíamos que não tinha um culpado. Temos certeza que nem todos [feirantes] retornarão, mas 70% das barracas já voltaram”, informa.

Sem fazer eventos desde 2019, quando a Feira Central reunia cerca de 50 mil pessoas que vinham de todo o Estado, agora a expectativa para o retorno das atividades é apostar em diferenciais para chamar o público de volta ao local.

“Oferecer novas experiências além do que já fazíamos. Nós estamos convidando todos os projetos ou prestadores de serviço. Aqui é o local de fazê-los. Vamos trazer isso para dar visibilidade”, diz Alvira.

Ela ainda explicou que as duas festividades serão realizadas ao mesmo tempo para juntar os valores cristãos com a festas que já faziam e, assim, promover a exposição cristã junto com o consumo de pescados. “Agora estamos abrindo a nossa casa para que essas experiências possam ser apresentadas aqui”.

Programação

A 13ª edição do Festival do Peixe será realizada de 17 a 24 de outubro e, dentro desse período, acontece também a 2ª Feira Cristã da cidade. A abertura oficial da Feira Cristã será no dia 21 de outubro, quinta-feira, às 19h30 com a presença de autoridades e empresários, e também com show gospel do cantor Paulo César Baruk.

Além do tradicional sobá, pratos à base de peixe serão atrações nos restaurantes durante a semana festiva. O público também pode aprender a elaborar pratos com pescado na Cozinha Show, promovida pelo Senac dentro da feirona, com direito a degustação. A entrada também é gratuita.

Programação terá corais, orquestras, grupos de dança, sertanejo com cantores locais, palestrantes e outros convidados.

Além disso, Alvira reforça que uma das novidades desta edição da Feira Cristã é a uma réplica, em tamanho real, do santuário do povo de Israel do Antigo Testamento Bíblico. O santuário contará com móveis como a arca da aliança, o altar de sacrifício, a mesa com os 12 pães asmos e o castiçal com 7 lâmpadas. Evento também contará com uma encenação.

Jornal Midiamax