MidiaMAIS

Fazendo sucesso, canal no YouTube do Núcleo de Pesquisa em Quadrinhos da UEMS completa um ano

Projeto despontou após ser criado para driblar a pandemia do coronavírus

João Ramos Publicado em 14/06/2021, às 08h59

Canal é liderado pelos professores Daniel Abrão e Nataniel Gomes, ambos do curso de Letras da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul na Capital
Canal é liderado pelos professores Daniel Abrão e Nataniel Gomes, ambos do curso de Letras da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul na Capital - (Reprodução)

Em meio à pandemia de Covid-19 e o fechamento das escolas, o Núcleo de Pesquisa em Quadrinhos (NuPeQ) da UEMS criou um canal no YouTube para disponibilizar os materiais de pesquisa e servir às escolas, como também aos profissionais da área de educação e à sociedade em geral.

A intenção era postar um vídeo a cada quinze dias, mas a procura aumentou muito. Hoje, o canal tem um vídeo por dia, abordando pesquisas sobre quadrinhos, dicas para professores, entrevistas com artistas e curiosidades. A duração dos vídeos também varia muito, de acordo com o tema, de 2 minutos a 2 horas.

O canal completou um ano na última quinta-feira (10). A marca foi alcançada contando com mais de 2 mil seguidores e 400 vídeos postados, tendo ainda alguns para estrear.

Projeto está fazendo sucesso (Divulgação)

Daniel Abrão, um dos professores líderes do projeto, ressalta que o grupo trabalha com dois nichos bastante específicos: o público acadêmico e os leitores de quadrinhos. “Na união dos dois públicos, pesquisadores de quadrinhos ainda é menor, mas, para nossa surpresa, já temos mais de 2 mil seguidores, o que mostra o potencial das pesquisas acadêmicas sobre quadrinhos e a nossa tentativa de levar a universidade ao público geral”, destaca.

O NuPeQ surgiu em 2012 com a intenção de discutir as histórias em quadrinhos como objeto de estudo autônomo, mas também em suas interfaces com outras áreas, como filosofia, linguística, literatura, ciências da religião, semiótica, ensino etc. Com o tempo, o Núcleo foi ganhando visibilidade e sendo convidado a palestrar em diversas escolas, organizar eventos acadêmicos, dentro e fora do Estado. 

Jornal Midiamax