MidiaMAIS

Em MS, Marcos Palmeira se emociona ao voltar para fazenda no Pantanal: 'É muito louco'

Ator de 58 anos esteve no local em 1990, também para a novela "Pantanal"

João Ramos Publicado em 26/10/2021, às 09h31

Marcos Palmeira na mesma fazenda das gravações da década de 90
Marcos Palmeira na mesma fazenda das gravações da década de 90 - (Foto: Reprodução, Instagram)

No Pantanal de Mato Grosso do Sul desde a metade do mês de outubro, gravando a novela que leva o nome do bioma, o ator Marcos Palmeira fez parte do elenco da versão original da trama, rodada pela TV Manchete, em 1990, como o peão Tadeu.

Marcos volta a fazer o mesmo folhetim, no remake da Globo, mas, desta vez, como o protagonista José Leôncio na segunda fase. De volta às terras sul-mato-grossenses que marcaram o início da carreira, o ator gravou um vídeo emocionado e agradecido pela experiência.

"É muito louco voltar aqui 30 anos depois, com a fazenda, de certa forma, mantida a sede. Mas são 30 anos de muita seca, de muito desmatamento. Fica mais fácil pra perceber a interferência humana de uma forma muito clara, nesse bioma tão rico que é o pantanal, tão castigado", disse ele, no vídeo postado em suas redes sociais nesta segunda-feira (25).

A mesma fazenda usada para as gravações há mais de 30 anos está sendo usada para as filmagens do remake. Para Marcos, esse tempo representa muito. "Espero que essa novela traga um pouco essa reflexão, abra essas janelas que a gente precisa cuidar, para que nos próximos 30 anos possamos ter uma recuperação ambiental porque não tá fácil não, mas eu de qualquer maneira, pensando pelo lado profissional, sou muito grato de poder estar aqui, revendo tudo isso, podendo recontar essa história 30 anos depois", pontuou.

"Foram tantos amigos que eu fiz aqui nessa novela, foi um início de carreira pra mim ali, tão marcante, que me trouxe até aqui. Vamos aproveitar, vamos fazer desse um trabalho maravilhoso, muita felicidade, muita alegria, muito astral. Nas mãos do Papinha [diretor da novela], eu tenho certeza que vai tocar o coração das pessoas e é isso que a gente quer", considerou.

"É isso, gente. Viva o Pantanal, vamos nos preocupar de verdade o pouco que ainda temos, que ao mesmo tempo pode ser muito, se a gente começar a preservar agora", finalizou Marcos. Veja o vídeo:

Jornal Midiamax