MidiaMAIS

Dama do rasqueado, Delinha vende pen-drives com discografia para continuar cantando na pandemia

Segundo a cantora, ela enfrenta algumas dificuldades financeiras com a suspensão dos shows

Nathália Rabelo Publicado em 02/06/2021, às 15h20

Delinha, a Dama do rasqueado
Delinha, a Dama do rasqueado - Foto: Arquivo Pessoal

A pandemia do Covid-19 trouxe várias dificuldades e desafios para todos os setores econômicos, principalmente no que diz respeito a bares, restaurantes e eventos. Há mais de 1 ano em casa e sem fazer os seus famosos shows, Delinha precisou encontrar um novo jeito de levar suas músicas para as pessoas. Considerada a Dama do Rasqueado em Mato Grosso do Sul, a emblemática cantora sertaneja está vendendo pen-drives com sua discografia completa para vencer o sufoco da pandemia.

Aos 84 anos de idade e detentora da maior discografia do Estado, Delinha não está saindo de casa por fazer parte do grupo de risco. Com o encerramento das apresentações, ela disse que sente muita saudade de estar com o público e emocionar fãs com sua voz. Além disso, mudanças impactaram muito na sua vida financeira.

“Sem os shows a gente não ganha. Fiz duas lives, uma nova experiência que eu não tinha feito. Foi muito gratificante as pessoas interagindo comigo pela Internet de toda a parte do mundo”, recorda. Com a ajuda do filho João Paulo, Delinha resolveu então colocar suas músicas em pen-drives para vender ao público. 

Através de discografia de Délio e Delinha e CD gravado com Jairo Barbosa, que foi companheiro de Delinha por 30 anos, o pen-drive conta com 23 LPs (canções do disco de vinil), desde o os discos gravados de 1960 até o DVD com orquestra na parte sonora. Também tem músicas dos LPs 78 rotações. Toda a discografia é 90% músicas autorais, uma forma dos fãs sempre estarem apreciando o trabalho.

Questionada sobre quais canções mais marcaram sua carreira, ela disse que todas elas ocupam um lugar especial em seu coração. “Por onde andei”, ‘A resposta dela”, “Farei tudo outra vez”, “O sol e lua”... toda música pra mim é especial. Mas na nossa discografia tem muitas músicas que o público não conhece e está conhecendo e elogiando. São músicas que não fizeram muito sucesso porque no LP tinha outra que era o ‘carro-chefe’”, comentou.

Ao fim da entrevista, Delinha ainda passa um recado importante: “Adquiriram ao meu pen-drive e quem quiser colaborar fico imensamente grata. Que Deus abençoe a todos e que passe logo esse tempo para podermos voltar a levar alegria às pessoas através da música. E lembre-se, cuide-se, use sempre máscara, evite aglomerações. Todos juntos com Deus e Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, vamos vencer essa batalha. 

Interessados em adquirir o pen-drive com a discografia completa de Delinha, basta entrar em contato com o telefone (67) 99989-3123 e falar com o João Paulo.

Caption

Jornal Midiamax