MidiaMAIS

'Corra, princesa Isabelle': filme de MS expande interpretações sobre vivências humanas

Curta-metragem aborda sobre vários assuntos e permite várias interpretações

Nathália Rabelo Publicado em 21/06/2021, às 15h42

Filme "Corra, Princesa Isabelle"
Filme "Corra, Princesa Isabelle" - Foto: Reprodução/Youtube

Mato Grosso do Sul ganhou mais um filme, o “Corra, princesa Isabelle”, produzido por Isabelle Abrego, produtora audiovisual de 26 anos que conversou com o Midiamax sobre a sua nova obra. O filme retrata várias narrativas que conversam entre si, todas elas com personagens característicos e interpretados pela própria Isabelle.

“A ideia foi mostrar pela visão de quem edita o que é estar produzindo diversos materiais, no caso o editor é o Papai Noel. De maneira semelhante a quem troca de canal numa TV, o papai Noel vai pulando de projeto em projeto”, explica.

Personagem de Papai Noel interpretado por Isabelle (Foto: Reprodução/Youtube)

Dentre os assuntos abordados, a curta-metragem reforça sobre a correria das pessoas diariamente, as dificuldades durante a pandemia e processos de aceitação e autoconhecimento. Apesar disso, Isabelle afirma que o filme contém várias interpretações e que cada pessoa pode ter uma.

“O que todos têm em comum é que ninguém sabe quem é quem. Eu sou todos? Eu sou ninguém? A mensagem real não pode ser dita ou escrita, isso depende da interpretação de cada um e como cada palavra, seja de humor, drama, ou advertência toca essa pessoa”, comenta a produtora.

O filme é uma realização do Governo do Estado de MS por meio de sua Fundação de Cultura, proveniente da Lei Federal de Emergência Cultural n. 14.017/2020 - Lei Aldir Blanc.

Confira o “Corra, princesa Isabelle” abaixo:

Jornal Midiamax