MidiaMAIS

Black Friday: além de bens duráveis, descontos podem ser usados para investir em Educação

Plataforma educacional participa das promoções com valores acessíveis em diferentes cursos

Educa Mais Brasil Publicado em 25/11/2021, às 14h30

None

Ultimamente só se tem falado nela, a Black Friday, tradição norte-americana que nos últimos anos tem sido realizada com força também no Brasil. Muita gente aproveita a oportunidade para garantir, com preço baixo, aquele produto que está sendo sonhado há um tempinho. Mas como sonhos não são feitos apenas de bens duráveis, há quem prefira investir na transformação de suas vidas através da Educação. 

Mãe solo da pequena Lara, de 5 anos, a operadora de telemarketing Patrícia da Cruz, 31, de Hortolândia (SP), aperta as contas, para não deixar de proporcionar as melhores coisas para a filha. Após um ano, ela ainda comemora ter conseguido bons descontos na Black Friday 2020 para matricular a pequena em uma escola de tempo integral através da plataforma educacional Educa Mais Brasil

Patrícia aproveitou a Black Friday de 2020 para garantir uma educação melhor para a filha
Patrícia aproveitou a Black Friday de 2020 para garantir uma educação melhor para a filha. FOTO: ACERVO PESSOAL

“A gente tem que correr atrás para economizar mesmo. Está tudo muito, muito caro. Não estou pagando uma escola particular certinho todo mês porque está sobrando dinheiro, não. Pago apertada porque é só eu e ela e é um bom investimento. Filho sempre é um investimento e pago isso até mesmo pro futuro dela. A bolsa já ajuda nesse sentido. Nossa, eu acho que o Educa Mais Brasil é uma coisa que veio pra suprir muitas necessidades de mães que assim como eu, sozinhas, mantêm a casa”, conta. 

Patrícia almeja um dia cursar a faculdade de Psicologia. No momento, por conta do orçamento apertado, prioriza a educação da filha. “Só de poder pagar um ensino de qualidade para ela já eu fico muito feliz. O que quero é que, daqui pra frente, ela continue crescendo na idade e aprendizagem”, torce a mãe coruja que já garantiu a bolsa da Lara por mais um ano.

Atualmente estudante do técnico de Farmácia, Vânia Pereira, de 41 anos, também aproveitou a Black Friday do ano passado para investir em si própria por meio da profissionalização. No primeiro curso que ela faz desde que concluiu o ensino médio, conseguiu desconto de 50% nas mensalidades por meio do Educa. A bolsa foi o ponta pé inicial que faltava para ela retomar a coragem de retomar os estudos. 

“Achei ótimo! Aí tive coragem para estudar porque antes não tinha como eu pagar um curso caro. Sem a educação na minha vida eu não teria conseguido nada! Com fé em Deus, ano que vem eu concluo meu curso técnico. E já penso em depois ingressar em outro também com bolsa do Educa. Estou achando maravilhoso!”, comemora a estudante.

A iniciativa do Educa Mais Brasil só é possível porque escolas, faculdades e centros de estudo de todo país que são parceiros do programa, também aderem ao movimento para ampliar o acesso à educação de qualidade. O diretor comercial do Centro Universitário Celso Lisboa, Alexandre Chiacchio, acredita que a educação é capaz de causar impacto positivo na vida das pessoas, principalmente no que diz respeito ao avanço da qualidade de vida. “Com a educação as pessoas conseguem, por exemplo, um emprego novo, aquela sonhada promoção. É essa educação que desenvolve, promove a mudança no mundo inteiro”, pontua. Para o diretor, aprender é uma revolução. “Por isso, na Celso Lisboa, geramos impacto de verdade para transformar a vida das pessoas... percebemos o quanto a educação rompe as barreiras”, conclui Chiacchio. 

Sai Black, entra Orange Friday

O Black Friday é uma tradição norte-americana atualmente bastante difundida no Brasil. Por aqui, as maiores promoções ocorrem na última sexta-feira de novembro, que neste ano será amanhã. O Educa Mais Brasil, maior programa de inclusão educacional do país, também aderiu à campanha. A plataforma oferece que durante este período oferece ainda mais oportunidades para quem quer estudar, neste ano batizou sua campanha de Orange Friday. 

Até o final do mês, o site do programa terá ainda mais bolsas de estudo, com descontos maiores para quem precisa estudar pagando pouco.  “Independentemente da cor da promoção, continuamos trabalhando para facilitar o acesso à educação no nosso país. Tudo isso porque acreditamos que é só com conhecimento que podemos mudar a história que escrevemos todos os dias”, defende Amanda Galindo, coordenadora de Marketing do Educa Mais Brasil. 



 Fonte: Agência Educa Mais Brasil

Jornal Midiamax