MidiaMAIS

Sexóloga dá dicas para surpreender parceiro no Dia dos Namorados

Por conta da pandemia do coronavírus, o Dia dos Namorados, celebrado no próximo dia 12, será um tanto diferente já que o país está em isolamento social. Isso não significa que a data vai passar em branco e que o parceiro (a) não possa ser surpreendido, principalmente na cama. A sexóloga Danni Cardillo deu algumas dicas […]

Bruna Vasconcelos Publicado em 03/06/2020, às 16h27

(Shutterstock)
(Shutterstock) - (Shutterstock)
Por conta da pandemia do coronavírus, o Dia dos Namorados, celebrado no próximo dia 12, será um tanto diferente já que o país está em isolamento social. Isso não significa que a data vai passar em branco e que o parceiro (a) não possa ser surpreendido, principalmente na cama. A sexóloga Danni Cardillo deu algumas dicas para tornar o momento a dois inesquecível.
A preparação do ambiente: Prepare o ambiente com velas e incensos para dar um ar místico e romântico ao casal.
Massageie: Promova um momento para que seu parceiro se sinta mimado através da exploração sensorial do maior órgão do corpo humano “a pele” doando a massagem pelas suas mãos ou uma versão mais apimentada como as manobras tailandesas. Não esqueça de usar um bom óleo aquecido. Se desejar uma opção aromática, a lavanda será o tempero perfeito para aflorar a sensualidade entre o casal.
Massagem tailandesa é um diferencial: A massagem tailandesa é uma ótima oportunidade para você mostrar que gosta de massagens eróticas e que também gostaria de recebê-las. Na massagem tailandesa, o segredo é usar seu próprio corpo para massageá-lo. Isso pode ser também incorporado nas preliminares das relações sexuais. Deixar seu corpo encostar no dele é uma forma muito sensual de excitar um homem e vice-versa.
Brinquedo eróticos podem trazer um tempero a mais: Surpreenda com um presente íntimo como vibrador para as mulheres e anel peniano para homens. Nestes brinquedos a opção é gerar outros estímulos por mais tempo entre o casal.
Faça algo que vocês nunca fizeram, claro, desde que ambos concordem: Todo o investimento para realização de fetiche é válido nesta data, que poderá ser usado como um aprouxe. O foco é no prazer de ambos e não uma moeda de troca. Se não houver desejo de ambas as partes, será apenas um paliativo, uma vez que nem para o homem nem para a mulher é satisfatório. Se não há entrega, não há prazer.
Jornal Midiamax