MidiaMAIS

Fotógrafo de MS flagra antas em nado sincronizado no Rio da Prata

Na imagens belíssimas desta quinta (29), duas antas passeiam juntos aos peixes nas águas cristalinas do Recanto Ecológico Rio da Prata

Carlos Yukio Publicado em 30/10/2020, às 12h11 - Atualizado às 13h21

None
Fotógrafo flagra antas em nado sincronizado no Rio da Prata

O fotografo de natureza Fernando Maidana flagrou nesta quinta-feira (29) um verdadeiro balé aquático nas belezas do Rio da Prata, em Jardim, cidade a 237km de Campo Grande. Na imagens belíssimas, duas antas passeiam juntos aos peixes nas águas cristalinas do Recanto Ecológico Rio da Prata.

“Essa foi a cena mais incrível que já capturei. Sempre quis capturar a mãe com seu filhote e nunca dava sorte”, contou o fotógrafo ao Jornal Midiamax. A postagem que já acumula 2,5 mil visualizações, 738 curtidas e mais de 50 comentários nas redes sociais.

Conhecida também como tapir, a anta brasileira (Tapirus terrestres), chamada simplesmente por anta, é o maior mamífero terrestre brasileiro. É um animal de grande porte, podendo medir de 1,70 a 2,0 metros de comprimento, chegando a 1,2 metros de altura e pesando até 300 Kg, sendo o segundo maior mamífero terrestre da América do Sul. Se desloca tanto em mata aberta, quanto fechada e nada bem.

As principais ameaças às antas são a diminuição de habitat, caça, atropelamento, doenças transmitidas por contato com animais domésticos, maior frequência e intensidade de incêndios. A espécie é considerada vulnerável no Brasil (IUCN), com status de menos preocupante no Pantanal e Amazonas, mas em perigo de extinção na Mata Atlântica.

Jornal Midiamax