MidiaMAIS

Carnaval 2020: medo, orixá, artista regional e consciência negra são enredos das escolas de samba

As Escolas de Samba de Campo Grande estão com seus enredos e sambas de enredo definidos para o desfile dos dias 24 e 25 de fevereiro no Carnaval 2020

Carlos Yukio Publicado em 08/01/2020, às 09h49

None
Escolas de Samba de Campo Grande recebem R$380 mil para realização do Carnaval 2020

As Escolas de Samba de Campo Grande estão com seus enredos e sambas de enredo definidos para o desfile dos dias 24 e 25 de fevereiro na Passarela do Samba no Carnaval 2020, ao lado da Praça do Papa. Haverá transmissão ao vivo pela TVE Cultura e pelo Facebook da Liga das Entidades Carnavalescas da Capital, a Lienca CG.

A Herdeiros do Samba, Associação Recreativa Escola de Samba Mirim, não participa da competição e abrirá o desfile, na segunda-feira de Carnaval, 24 de fevereiro, com o enredo “Animais: escravos? Amigos? Companheiros? Ou explorados o ano inteiro?”

Pela disputa do título, na sequência da primeira noite de desfile, o GRES-Grêmio Recreativo Escola de Samba Unidos do Aero Rancho é a primeira a desfilar, com o enredo “A semente do bem e do mal, não vem das antenas de TV. A arte da vida humana na comunicação social”.

O GRES Unidos do Cruzeiro é a segunda, com o enredo “Jogar é um desafio, desafios envolvem riscos, riscos envolvem incertezas, incertezas envolvem percas ou ganhos”. A terceira a desfilar este ano, será o GRES Cinderela Tradição do José Abrão, com o enredo “E você tem medo de quê?”. A Unidos do São Francisco encerra o desfile na primeira noite, levando para a avenida, o enredo “Os dinossauros”.

No dia 25 de fevereiro, terça-feira, o GRES Igrejinha fará a abertura, com o enredo “Escute o Trovão, é Xangô chegando”. A segunda a desfilar será o GRES Unidos da Vila Carvalho, atual campeã de 2019. Este ano, o enredo é “Carvalho com consciência negra”. Em seguida desfila o GRES Deixa Falar, atual vice-campeã, com o enredo “Tocando em frente, sou caipira Pirapora”, que homenageará o músico Renato Teixeira.

O encerramento ficou para o GRES Os Catedráticos do Samba, com o enredo “Um Brasil de três raças, mistério da nossa trindade, de onde no canto do Brasil, nascemos no retumbante som de felicidade, nossa forja, os matizes, nossa trindade sagrada, nosso orgulho, nossa glória, nossa existência”.

Carnaval 2020: medo, orixá, artista regional e consciência negra são enredos das escolas de samba

A ordem do desfile foi oficializada através de sorteio realizado pela Lienca CG, no dia 28 de setembro de 2019, na quadra do GRES Os Catedráticos do Samba, no bairro Silvia Regina. Confira a lista com enredos do Carnaval 2020 abaixo:

Segunda-feira, 24 de Fevereiro

  • Herdeiros do Samba, Associação Recreativa Escola de Samba Mirim – Animais: escravos? Amigos? Companheiros? Ou explorados o ano inteiro?
  • GRES-Grêmio Recreativo Escola de Samba Unidos do Aero Rancho – “A semente do bem e do mal, não vem das antenas de TV. A arte da vida humana na comunicação social”
  • GRES Unidos do Cruzeiro – “Jogar é um desafio, desafios envolvem riscos, riscos envolvem incertezas, incertezas envolvem percas ou ganhos”
  • GRES Cinderela Tradição do José Abrão – “E você tem medo de quê?”
  • Unidos do São Francisco – “Os dinossauros”

Terça-feira, 25 de Fevereiro

  • GRES Igrejinha – “Escute o Trovão, é Xangô chegando”
  • GRES Unidos da Vila Carvalho – “Carvalho com consciência negra”
  • GRES Deixa Falar – “Tocando em frente, sou caipira Pirapora”
  • GRES Os Catedráticos do Samba – “Um Brasil de três raças, mistério da nossa trindade, de onde no canto do Brasil, nascemos no retumbante som de felicidade, nossa forja, os matizes, nossa trindade sagrada, nosso orgulho, nossa glória, nossa existência”
Jornal Midiamax