MidiaMAIS

Autodidata, ela interpreta ‘modão’ em libras e ganha reconhecimento nacional

Uma amizade de infância fez Nicoli Sabrina Ferreira Rodrigues se apaixonar por libras. Autodidata, a jovem de Água Clara usava a língua de sinais para se comunicar com uma das melhores amigas, aos 8 anos. Com o passar do tempo, Nicoli Viola, como é conhecida na cidade, fez da paixão uma profissão. A estudante foi […]

Bruna Vasconcelos Publicado em 03/04/2020, às 07h02

(Reprodução, Youtube)
(Reprodução, Youtube) - (Reprodução, Youtube)

Uma amizade de infância fez Nicoli Sabrina Ferreira Rodrigues se apaixonar por libras. Autodidata, a jovem de Água Clara usava a língua de sinais para se comunicar com uma das melhores amigas, aos 8 anos. Com o passar do tempo, Nicoli Viola, como é conhecida na cidade, fez da paixão uma profissão. A estudante foi convidada por uma famosa dupla sertaneja para interpretar um “modão” e acabou atraindo olhares de empresários de todo o país.

A história de Nicoli com a música vem desde o avô violeiro, que rendeu a herança do “sobrenome” Viola a todas as gerações da família na pequena cidade de Mato Grosso do Sul. Quando era criança, Nicoli conheceu Marcela Carvalho, uma garota surda que viraria sua comadre anos mais tarde. Com a ausência de um intérprete na escola, Marcela contava com o esforço da amiga para se comunicar.

Autodidata, ela interpreta 'modão' em libras e ganha reconhecimento nacional

“Fui desenvolvendo a Libras por causa dela. No segundo ano do colegial eu era a que mais sabia falar e ficava interpretando no colégio”.

Aos poucos, Nicoli foi se apaixonando pela língua de sinais e resolveu fazer um curso na área para aprimorar o conhecimento. No fim do segundo grau, com o afastamento natural dos adolescentes, a jovem procurou outras formas de continuar praticando Libras. A intenção era não esquecer tudo que havia aprendido e foi aí que surgiu a ideia de interpretar músicas.

“Resolvi unir duas coisas que eu amo, libras e música”.

Em fevereiro deste ano, quando soube que a dupla Di Paullo e Paulino iam fazer um show em Água Clara, Nicoli viu a oportunidade de gravar um vídeo de aniversário da cidade, em libras, com os músicas. Ela pediu a ajuda da mãe e as duas montaram uma força-tarefa para chegar até os artistas. A jovem explicou sobre o sonho de gravar com eles o refrão de uma música em libras e recebeu o convite dos próprios cantores para um café.

Autodidata, ela interpreta 'modão' em libras e ganha reconhecimento nacional

“Conversamos e os assessores deles me convidaram para fazer a gravação da música Estrelinha e divulgar nas redes deles.”

O projeto deu tão certo que outros empresário do Brasil chamaram Nicoli para trabalhos em Libras. Por causa da pandemia, a estudante precisou adiar as viagens, mas garante que está ansiosa e com muita expectativa para os novos projetos. A estudante também usa o canal no YouTube e o perfil no Instagram para interagir com deficientes auditivos.

“Estou sempre me aperfeiçoando. É muito gratificante você perceber que está fazendo diferença pras pessoas, tanto deficiente auditivo como familiares. Um rapaz da Bahia me mandou mensagem pelo instagram e relatou que ainda é difícil ter essa tradução socialmente.”

Jornal Midiamax