Dia da Mulher é comemorado com bate-papo sobre alimentação funcional

Em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, o curso de Nutrição da Uniderp vai ministrar gratuitamente um bate-papo sobre alimentação funcional para o público feminino, nesta sexta-feira (8), a partir das 18h no Clube Gourmet do Shopping Campo Grande. A professora Thais Pereira de Lima explicará as vantagens deste tipo de alimentação e ensinará a […]
| 08/03/2019
- 20:14
Dia da Mulher é comemorado com bate-papo sobre alimentação funcional

Em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, o curso de Nutrição da Uniderp vai ministrar gratuitamente um bate-papo sobre alimentação funcional para o público feminino, nesta sexta-feira (8), a partir das 18h no Clube Gourmet do Shopping Campo Grande.

A professora Thais Pereira de Lima explicará as vantagens deste tipo de alimentação e ensinará a melhor forma de aproveitar os ingredientes.

“Alguns alimentos são nutritivos, outros possuem ação antioxidante e há, também, os considerados saudáveis. Quando um alimento agrega todos esses valores em sua composição podemos chamá-los de funcionais. Uma alimentação funcional não é somente gostosa ou prazerosa, é necessário que seus produtos tragam benefícios à saúde ao ponto de prevenir e auxiliar no controle de doenças”, explica.

A alimentação funcional tem diversos benefícios para as mulheres como controle da TPM, anemia, ansiedade e alterações hormonais. A refeição balanceada deve ser feito de forma regular para que os benefícios sejam alcançados.

“Com o tempo, o corpo começa a responder positivamente às mudanças alimentares, alterando suas respostas bioquímicas diante dos estresses metabólicos e, com isso, conseguindo responder melhor aos estímulos internos e externos”, complementa a professora.

Além de aprender como incluir alimentos funcionais nas refeições, quem participar degustará sucos com função energizante, redutor de toxinas e estimulante da imunidade. Para participar, basta se inscrever no aplicativo do Shopping ou por meio do S.A.C. (67) 3389.8008.

 

 

Veja também

‘Engolidos’ pelas grandes redes, os cinemas foram sumindo ano a ano. Alguém aí imagina que Campo Grande já teve dezenas espalhados no Centro e em bairros?

Últimas notícias