MidiaMAIS

Foto de menino sírio morto tocou fundo e virou canção de rock sobre refugiados

'Refugee Song' é da banda Horse Society

Daiane Libero Publicado em 17/08/2017, às 09h00

None

‘Refugee Song’ é da banda Horse Society

Pode parecer uma história muito distante, mas ela é realidade para quem vive: em guerra desde 2011, a Síria tem muitas histórias extremamente tristes para contar. Na Capital, só aumentam os números de refugiados que vieram ao Brasil em busca de abrigo e recomeço. Desde o início da guerra, mais de 400 mil pessoas foram mortas, segundo a organização não governamental OSDH (Observatório Sírio dos Direitos Humanos).

Em 2015, uma imagem chocante varreu o mundo: um menino sírio morto numa praia da Turquia virou símbolo da crise migratória que já matou milhares de pessoas do Oriente Médio e da África que tentam chegar à Europa para escapar de guerras, de perseguições e da pobreza. E tocou também a percepção dos músicos campo-grandense João Ricardo Tognini e Anderson Rocha, da banda Horse Society. 

A Horse tem se apresentado pela Capital com uma proposta de rock clássico e músicas que falam sobre a estrada e sobre a vida, e “Refugee Song” é som autoral que conta com clipe disponível no Youtube.

“Uma reflexão sobre a crise dos refugiados sírios, a música acaba se tornando atual e abrangente, já que estamos em um momento onde há tantas crises envolvendo a falta de humanidade. Vivemos diariamente a ausência de respeito, caridade, respeito, situações que nos fazem questionar o que está havendo com o ser humano, com os valores”, destaca João Ricardo.

Alcançar as pessoas

Para ele, é muito válido falar sobre isso numa canção tanto por termos refugiados por aqui quanto para mudar a perspectiva das pessoas sobre humanidade. “Nosso modo de tentar alcançar as pessoas é por meio da música. Mais do que entreter, a música é um modo de promover e incentivar sentimentos e ideias. Se conseguirmos fazer com que ao menos algumas pessoas se emocionem e percebam a necessidade de fazer algo para tornar o mundo melhor, já ficaremos felizes”, diz. 

A Horse é formada por João Ricardo nos vocais e guitarra, seu filho João Pedro Tognini, que também assume a guitarra e Anderson Rocha, que além da guitarra, comanda a produção da Horse Society. Dois ex-integrantes do Bando do Velho Jack completam o quinteto: Ernani Jr. comanda bateria e Marcos Yallouz, o baixo.

Não é a primeira vez que a Horse fala sobre uma tragédia, e reflete sobre como podemos melhorar o mundo diante disso. João Ricardo também compôs uma música para os amigos Breno e Leonardo, mortos em 2012. A canção “Two Young Fellows” integrou o primeiro disco da banda, “The Year of Horse”, lançado em 2014. Hoje, a banda encontra-se em fase de mixagem de um novo álbum.  

Jornal Midiamax