MidiaMAIS

Para aniversário da Igreja Perpétuo Socorro, confeiteiro fará bolo de 74 metros

Serão utilizadas 106 assadeiras e mais de mil ovos para produzir o bolo

Carol Alencar Publicado em 15/07/2015, às 22h55

None
unnamed.jpg

Serão utilizadas 106 assadeiras e mais de mil ovos para produzir o bolo

Ao todo, 1.400 ovos, 106 assadeiras com placas de bolo de mistura de bolo inglês, 190 litros de leite, 240 litros de chantilly, 42 garrafas de refrigerantes de laranja de dois litros e 180 metros de papel plissado para enfeitar serão utilizados para confeccionar o bolo, no sabor laranja, que comemora o Tríduo dos 74 anos de inauguração do Santuário Nossa Senhora do Perpetuo Socorro.

Como de praxe, em todas as edições, será realizada a tradicional partilha do bolo. No ano passado, o bolo teve 73 metros e foi o maior bolo já confeccionado no Estado do Mato Grosso do Sul.

Para o Tríduo 2015, o proprietário da padaria Fornello, Nabor Marques tem um novo desafio: confeccionar o bolo com 74 metros e bater um novo recorde estadual. “É uma honra fazer esse bolo que leva tanta tradição e demonstra a devoção de todo um povo”, disse Nabor, revelando ainda que o bolo será todo decorado com fotos formando um quebra-cabeça, um trabalho minucioso e que requer muita concentração.

De acordo com a programação do Tríduo, a partilha do bolo entre os devotos será no domingo (02), às 17 horas, no Centro de Apoio aos Devotos (CAD). O reitor do Santuário, padre Dirson Gonçalves, enfatizou que a divisão do bolo já é tradição dos devotos. “É muito gratificante celebrar com alegria a festa dos 74 anos de inauguração desta Igreja, que é a mais histórica de Campo Grande e a mais frequentada e conhecida de todo o nosso Estado”, ressaltou.

O confeiteiro informou que será o quinto ano consecutivo que fabrica o bolo para festejar o aniversário da Igreja “Dá muito trabalho, mas é muito gratificante participar da Igreja. Minha família toda é devota e participa da novena”, contou Nabor, relembrando que há cinco anos, o bolo foi montado na rua ao lado da Igreja, rua Alexandre Farah; em 2012 no estacionamento interno do Santuário, e desde o ano passado, o bolo é montado no CAD.

Jornal Midiamax