MidiaMAIS

Missa de 7º dia de Cristiano Araújo será na Paróquia Nossa Senhora da Assunção

Cerimônia de Allana foi feita na terça-feira

Midiamax Publicado em 01/07/2015, às 17h57

None
_mg_7117_copy.jpg

Cerimônia de Allana foi feita na terça-feira

Nesta quarta-feira (1º de julho) será realizada a missa de sétimo dia do sertanejo Cristiano Araújo. A cerimônia está marcada para às 19h30 na Paróquia Nossa Senhora da Assunção, localizada no Conjunto Itatiaia, em Goiânia (GO). Ela será ministrada pelo padre Marcos Rogério, o mesmo que participou do cortejo do sepultamento do cantor.

De acordo com o religioso, o cantor era frequentador da igreja e sempre pedia conselhos para as decisões que tinha que tomar. Inclusive, durante o enterro do artista, o padre comentou que, “ele sempre ia à missa e amava aquilo, amava celebrar. Não é fachada”.

Como o local não comporta o número esperado de presentes para o encontro, será montado um palco na área externa para que fãs também possam se acomodar. Conforme o “Ego”, muitas pessoas já confirmaram presença, dentre elas, Zezé Di Camargo.

Namorada

Já a missa de sétimo dia da namorada do cantor, Allana Coelho Pinto de Moraes ocorreu na terça-feira (30), na igreja de Nossa Senhora Rosa Mística, em Goiânia (GO). Familiares e amigos participaram da cerimônia, dentre eles, o pai do sertanejo Cristiano Araújo, João Reis de Araújo, e o irmão dele, Felipe Francisco Araújo.

Algumas pessoas usavam camisetas brancas com a foto da jovem estampada. Emocionados, o pai e amigos subiram ao altar para lembrar fatos da vida de Allana e prestar homenagens.

Investigação

O delegado Fabiano Jacomelis, que investiga o acidente, disse na terça-feira (30) que o que causou a saída de pista, que resultou em um capotamento, foi um pneu estourado. Ele afirmou que baseia essa constatação nos depoimentos que já colheu em relação ao caso, inclusive dos ocupantes do automóvel.

“Já se sabe que a causa técnica do acidente, o fato do motorista ter perdido o controle do veículo e ter saído da pista, foi ocasionado por um pneu furado, conforme informações prestadas pelas pessoas que estavam no carro. A gente viu que havia furos no pneu. A conclusão que a gente quer chegar agora é o que provocou isso”, explica.

Questionado se a alta velocidade que o carro estava, fato já confirmado pelo motorista Ronaldo durante depoimento à polícia, também teria contribuído para o acidente, o delgado foi cauteloso. “A gente espera chegar à conclusão de qual velocidade o carro estava no momento do acidente com base nos laudos para saber se ela contribuiu ou não para o resultado”, ponderou.

A polícia também investiga se uma alteração feita nas rodas do veículo pode ter ligação com o acidente. Segundo as apurações, elas não eram originais. Nesta tarde, o delegado ouviu o ex-jogador de futebol Tiago Ferreira dos Santos, de 29 anos, que deu as rodas não originais de presente para Ronaldo. Simão, como é conhecido, confirmou à polícia o que já tinha dito em entrevista exclusiva ao G1/GO e a TV Anhanguera, que já havia feito reparos nos equipamentos.

A Polícia Civil espera ouvir nesta semana, mas sem data definida, pelo menos mais três pessoas, entre amigos e integrantes da produção do cantor Cristiano Araújo. As testemunhas estavam em dois carros que seguiam logo atrás do veículo que o cantor estava quando se acidentou e morreu.

Acidente

Cristiano Araújo morreu após o carro em que estava capotar na última quarta-feira (24). No veículo viajava também Allana, a namorada dele, que faleceu no local. Além do casal, o segurança e o empresário do músico estavam no automóvel, mas ambos sofreram apenas ferimentos leves.

O famoso deixou dois filhos, João Gabriel, de 6 anos, e Bernardo, de 2 anos.

Jornal Midiamax