MidiaMAIS

Guardas municipais levam presentes e diversão a crianças da Capital

A ação do grupo foi no Parque do Lageado, bairro carente 

Mikaele Teodoro Publicado em 12/10/2015, às 13h35

None
dia_das_criancas.jpg

A ação do grupo foi no Parque do Lageado, bairro carente 

Das datas festivas que celebramos ao longo do ano, o Dia Das Crianças é certamente uma das que mais mobiliza voluntários, pais e amigos. Um brinquedo, um doce ou algumas horas de diversão é tudo o que a maioria das crianças querem e proporcionar esses pequenos deleites é, também, o desejo de centenas de adultos que se esforçam para criar esse ambiente simbólico. De repente, em toda e qualquer “gente grande” a parte criança, ingênua, nunca morre e a data é só um pretexto para aflorar essas memórias.

Com quem veste farda e vive profissionalmente de prevenir e coibir atos de transgressões da ordem cotidiana, a ‘transgressão’ da vez é sair do personagem de durão e receber todo carinho de cerca de 120 crianças carentes da região do Bairro Parque do Lageado.

A “Irmandade”, como se denominam, é um grupo formado por cerca de 200 guardas municipais que toparam o desafio de garantir o dia das crianças destes 120 pequenos.

Guardas municipais levam presentes e diversão a crianças da Capital

Com cama elástica, pipoca, algodão doce, show de mágica e muitos brinquedos, o grupo anima a criançada desde às 8 horas desta segunda-feira (12) chuvosa. “Eles estão enlouquecidos aqui. Só estão esperando o momento em que vamos entregar os brinquedos. Uma festa enorme”, explicou o guarda e,voluntário na ação, Giuseppe Bertazzoni.

Guardas municipais levam presentes e diversão a crianças da Capital

Para organizar a festa, o grupo realizou uma verdadeira força-tarefa. Um emprestou a cama elástica o outra a máquina de pipoca e muitos doaram brinquedos. Ao todo, o grupo conseguiu mais de 400 brinquedos. “A gente se juntou para conseguir a maior parte. Mas houve muita doação também. Estamos bem felizes com o resultado”, conta Giuseppe.

As atividades serão oferecidas as crianças do bairro até às 11h30 quando os brinquedos serão entregues. A festa acaba, mas na memória das crianças ela é eterna. No fim das contas, é isso que vale. 

Jornal Midiamax