MidiaMAIS

Em homenagem a Cristiano Araújo, Angélica posta foto ao lado do cantor no Pantanal de MS

 “Meu Deus, que notícia triste! Deus conforte as famílias", escreveu a apresentadora 

Mikaele Teodoro Publicado em 24/06/2015, às 15h59

None
10411756_855837021132008_5698121563712407783_n.jpg

 “Meu Deus, que notícia triste! Deus conforte as famílias”, escreveu a apresentadora 

A apresentadora Angélica também foi surpreendida pela morte do cantor Cristiano Araújo, 29 anos, vítima de um acidente de carro na manhã desta quarta-feira (24).  Em sua conta no Instagram, ela publicou uma foto ao lado do sertanejo durante as gravações de seu programa “Estrelas” no Pantanal sul-mato-grossense, maio.

Na legenda da imagem, Angélica escreveu: “Meu Deus, que notícia triste! Deus conforte as famílias”.

Cristiano Araújo foi o primeiro a gravar com a apresentadora que passou uma temporada no pantanal. Ela e sua família sofreram um acidente aéreo quando deixavam o Estado.

A aeronave que transportava a apresentadora, Luciano Huck, os filhos do casal, Eva, Benício e Joaquim, e as duas babás precisou fazer um pouso forçado em uma fazenda próxima a Campo Grande. Angélica e Luciano Huck receberam os primeiros atendimentos na Santa Casa de Campo Grande.

Angélica também publicou um vídeo em que Cristiano aparece cantando “Cê que Sabe”, cujo início diz: “O que temos pra hoje é saudade”. O velório do cantor será realizado no Centro Cultural Oscar Niemeyer.

Acidente

Cristiano Araújo e sua namorada Allana Moraes, 19 anos, morreram na manhã desta quarta-feira (24) após sofrer um acidente de carro na BR-153, no km 614, entre Morrinhos e o trevo de Pontalina, em Goiás.

Segundo os bombeiros, o cantor voltava de um show em Itumbiara, no sul do estado, quando veículo em que ele estava, um Range Rover, saiu da pista e capotou. O cantor chegou a ser socorrido, mas não resistiu. Allana Moraes morreu no local.

O acidente aconteceu por volta das 3h30 desta quarta-feira, segundo o Corpo de Bombeiros.Inicialmente o cantor foi levado ao Hospital Municipal de Morrinhos e depois transferido em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Móvel até a capital. Em seguida, seguiu de helicóptero até o Hugo onde morreu.

Jornal Midiamax