MidiaMAIS

Com sertanejo universitário e funk, Rádio Educativa lança programação nesta quinta

Rádio pública que passa por reconstrução causou polêmica ao inserir músicas como universitário e funk.

Carol Alencar Publicado em 24/02/2015, às 20h05

None
_.jpg

Rádio pública que passa por reconstrução causou polêmica ao inserir músicas como universitário e funk.

Mesmo depois de todos os rumores de artistas regionais, músicos, produtores culturais e afins contra a nova programação da 104 FM Educativa, a emissora pública ‘sobrevivente’ realiza nesta quinta-feira (26), o lançamento oficial da nova versão. A festa acontecerá no auditório Manoel de Barros, no Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo, a partir das 19h.

Repaginada ou não, a nova programação pretende, segundo o diretor-presidente da nova gestão, Bosco Martins, atender a todos. Bosco relata que até mesmo as críticas sofridas no começo do ano, não abalaram a estrutura e garra de reconstruir a programação.

“Tudo que é novo, causa polêmica e no começo o pessoal teve um pouco de preconceito com a programação, mas o público tem que entender que somos um estado miscigenado e que a radio é um canal aberto, que atende todos os tipos de público”, relata o diretor, comparando os comentários sobre a inclusão do sertanejo universitário e funk na grade.

‘Cunho educativo’

Do outro lado da moeda, o músico e compositor Jerry Espíndola, que começou a manifestação no Facebook contra a programação, afirma que mesmo antes da rádio ser de todos, ela tem que ter uma identidade. “A 104 que antes tinha cunho educativo virou uma grande colcha de retalhos; sem conceito, sem concepção, sem contexto… eles viraram a radio de ponta cabeça e a transformaram numa AM dos anos 60, ta tudo uma bagunça”, argumenta.

Jerry afirma ainda que ainda hoje, solicitou uma reunião com o diretor-presidente para apresentar a proposta de se criar uma Comissão de Programação. “Vamos propor ao senhor diretor, um mapeamento das músicas que tocavam já tocavam na rádio, trazer uma nova seleção do que faltava e ressaltar a palavra educativa, que faz jus ao nome da rádio; porque não tem cabimento a rádio continuar como está”.

Independente da indignação, a rádio continua com a ‘nova’ programação e o lançamento desta quinta fará essa confirmação. Para o show de lançamento, Bosco relata que também será um show eclético, com atrativos musicais para todos os gostos. “Vamos fazer uma homenagem ao músico Renato Fernandes – que faleceu no último dia 16 – com um show da banda Bêbados Habilidosos – o primeiro sem ele – com músicas inéditas, inclusive; e vamos trazer ainda a dupla Gilson & Júnior, Alex & Ivan, os primos Gilson e Celito Espíndola, Zé Du, o Bando do Velho Jack, o Guga Borba e músicos do chamamé também”.

Novas

Além dos programas que causaram holocausto entre os ouvintes da rádio 104 FM Educativa, dito o de sertanejo universitário e o programa de funk, o diretor promete que, mesmo assim, agradará o público que sempre fora fiel. De volta, o programa Na Cadeira do DJ entrará na grade, apresentado por Gilson e Celito Espíndola e com uma homenagem ao seu idealizador – o jornalista Lizoel Costa (in memmorian). Além deste, o Amplificando terá, novamente, um horário na programação, o Amplificando foi idealizado pela Associação dos Músicos do Pantanal – Amp.

Na quinta-feira, a partir das 20 horas, a programação da rádio será excepcionalmente alterada para a transmissão do show de lançamento, com links ao vivo dos apresentadores Neiba Ota e Joel Silva. A TV Educativa também exibirá a festa de lançamento em sua programação.

Jornal Midiamax