MidiaMAIS

Com estilo clássico, pantaneiro conquista moda europeia

Em meio a rendas, bordados e muito glamour, Marcos lança primeira coleção em Londres.

Midiamax Publicado em 22/01/2015, às 16h40

None
sebastian-3.jpg

Em meio a rendas, bordados e muito glamour, Marcos lança primeira coleção em Londres.

Nascido no Pantanal mato-grossense, Marcos Antonio Ramos está conquistando a Europa com seu estilo clássico e elegante. O jovem que é de Mirassol D’Oeste (MT) e saiu de casa aos 16 anos começa a mostrar ao velho mundo seu talento para a moda.

Em meio a rendas, bordados e muito glamour, Marcos, que hoje está com 35 anos, conta que no início nada foi fácil. Apaixonado por artes desde muito menino, ele lembra ter feito teatro e artes plásticas antes de a moda o fisgar de vez.

Quando chegou à Europa, há 14 anos, Marcos se radicou em Lisboa. Lá fez de tudo um pouco, até em um vinhedo trabalhou. “Vim para a Europa estudar e aprender mais sobre arte. Meu primeiro trabalho foi em um restaurante. Nas horas vagas eu pintava telas. Trabalhava com o cardápio em uma mão e na outra o catálogo de telas para apresentar aos clientes”, conta, recordando que muitas vezes ganhava mais dinheiro com a pintura.

Depois foi trabalhar com decoração pintando paredes e telas para um arquiteto. Estudou artes na Escola Antonio Arroio, quando, logo em seguida surgiu à oportunidade de trabalhar em um ateliê. “Cheguei a pintar 10 telas por dia”, diz.

Mas como sua paixão sempre foi moda. Ele conta que ainda criança a máquina de costura da tia Cleuza já o fascinava. “Desde muito cedo aprendi a lidar com os tecidos”, diz, pontuado que agora, as ideias, estão todas focadas em texturas e croquis.

E foi assim, com determinação e muita ousadia que o pantaneiro lançou sua primeira coleção como designer durante a edição do London Fashion Week. Abusado, o brasileiro alugou uma limosine, contratou dez modelos e foi para a Somerset House, onde acontece o evento de moda em Londres. “Eu peguei as modelos e fui entrando com elas desfilando. A segurança achou que fosse um evento do próprio London Fashion Week, quando perceberam que não, já havíamos feito um enorme burburinho. Todos queriam sabem quem era aquele designer”, conta.

A estratégia não apenas aguçou a curiosidade de todos, como levou o nome do brasileiro ao um dos eventos mais badalados de moda do mundo. “Muita gente veio falar comigo, querendo saber quem eu era. Saíram várias matérias e várias outras estão agendadas. Até a Caras de Angola nos contactou”, diz.

Democratizar a moda

Para mostrar seu trabalho, antes de “invadir” o Somerset House, Marcos passou pelos locais mais movimentados de Londres e fez pequenos desfiles. O estilo romântico de sua coleção, com muitas rendas francesas e bordados fez sucesso.

A inspiração, segundo ele, é na primavera londrina, que é cheia de flores e cores. “A coleção é bem romântica. Trabalhei com muitas rendas, muito bordado, tudo inspirado na primavera de Londres, que é um lugar maravilhoso, com muitos jardins, muito colorido”, finaliza.

Jornal Midiamax