MidiaMAIS

Com a primavera saem as peças de frio: na falta de espaço, que tal organizar o armário?

Personal organizer dá dicas de como arranjar espaço no móvel 

Mikaele Teodoro Publicado em 05/10/2015, às 16h43

None
personal_organizer_.jpg

Personal organizer dá dicas de como arranjar espaço no móvel 

Entra a primavera e saem as volumosas e pesadas roupas de frio do guarda-roupa. Em tempos de móveis cada vez menores, acomodar essas peças sem perder todo o espaço no armário é tarefa difícil. Para solucionar o problema, a personal organizer Cristina Marques, aponta a importância de algumas mudanças. Dê uma olhada nas sugestões!

Para começar, a dica é se desapegar de tudo aquilo que não usou nos últimos seis meses ou um ano. Sem dó. Além abrir espaço para coisas novas, novas energias, você incentiva a reutilização de roupas e ajuda outras pessoas. Por tanto, doe. Com a certeza de que tudo que há no guarda-roupa é útil, você pode começar a organização.

De acordo com Cristina, as roupas de frio devem subir para a parte mais alta do guarda roupa. As peças de meia estação podem ficar na altura dos olhos e ter um lugar fixo durante todo o ano. A forma como as roupas são dobradas também dizem muito sobe o espaço que irão ocupar, por tanto, capriche na dobra.

Evite sacos plásticos para guardar as peças. Eles retém umidade e podem estragar a roupa. Para espantar as traças, coloque trouxinhas de tnt com pimenta do reino espalhadas pelo armário. Isso vai impedir que elas devorem as suas roupas. Se o problema são os cobertores, tente estendê-los entre o box e o colchão enquanto estiver calor. Assim, além de não ocupar espaço no móvel, eles ficam ao alcance das mãos para os momentos em que o tempo virar.

Para os casacos enormes, a dica é embalar a vácuo. Para isso, você só precisará de um saco organizador específico para esta finalidade. Eles custam em média R$ 30 e possuem a entrada para a retirada do ar. Mas, se além de espaço, você quer economizar dinheiro. A dica de Cristina é usar sacos de lixo. Sim, aqueles azuis com o plástico mais resistente que encontrar. Depois é só furar um buraquinho e puxar o ar com o aspirador de pó.

Várias peças podem ser acomodadas no mesmo saco. Elas devem estar limpas para evitar manchas e outras deterioração no tecido. “As vezes derrubamos produtos em roupas que na hora não aparecem, não mancham. No entanto, elas estão ali e com a roupa guardada por muito tempo é possível que se tornem furos e estragos maiores. Por isso as roupas devem estar limpas antes de guardadas”, diz.

Com a primavera saem as peças de frio: na falta de espaço, que tal organizar o armário?

Cristina explica que essas dicas podem ser aproveitadas nessa mudança de estação, mas existem as que podem, e devem, ser seguidas ao longo de todos os meses. “A questão é organizar. Com organização, você deixa de perder tempo procurando o que precisa. É uma questão de otimizar o espaço e o tempo”, explica.

Quem endossa o coro é a jornalista Luzia Gonçalves Kuntzel. Há um mês ela mudou com a família para um novo apartamento. Diante de toda bagunça que resulta de mudanças, Luzia contratou os serviços de Cristina e aprovou o resultado. “É uma organização que te permite ter tempo para outras coisas. Saber que as coisas estão em seus lugares, mas sem ficar refém disso. É algo muito natural”, explica.

Com a primavera saem as peças de frio: na falta de espaço, que tal organizar o armário?

Com a nova organização, Luzia ganhou nichos para a gaveta de roupas íntimas e caixas para guardar lenços e outros objetos menores. “Eu sei exatamente onde as coisas estarão. Isso é muito libertador”, conta Luzia. No cabideiro, a sugestão é que todos os cabides sejam iguais, quando não há dinheiro para isso, é possível personalizar. “Podemos encapar os cabides com tecido e ainda colocar argolas para colares e lenços. Fica bonito e funcional”, diz Cristina.

Para evitar a umidade que traz o mofo às peças, a dica é usar giz escolar. Em pequenos saquinhos e com algum capricho eles viram até artigo de decoração. No fim, organizar o guarda-roupa, o armário da cozinha pode ser um passo enorme para organizar todo o resto e porque não, otimizar a vida?

Jornal Midiamax